LATAM Brasil espera recuperar 97% da sua rede doméstica até final de fevereiro

Apesar do recente aumento dos casos de covid-19, a LATAM mantém em fevereiro uma tendência operacional similar a de janeiro deste ano. No comparativo com fevereiro de 2019 (antes da pandemia), a companhia prevê recuperar até 97% da sua oferta doméstica de assentos (ASK*) no Brasil neste mês. Além disso, a LATAM permanece atenta à evolução da pandemia, aos impactos da variante e às restrições dos países para realizar ajustes em seus voos e projeções, se necessário.

No Brasil, a LATAM programou para este mês uma média de 495 voos domésticos por dia para 49 destinos nacionais (antes da pandemia eram 44). Para o primeiro semestre de 2022, a companhia já vende passagens e prepara-se para inaugurar operações para os aeroportos de Bauru, Presidente Prudente, Juiz de Fora, Montes Claros, Sinop, Cascavel e Caxias do Sul. Além disso, está atenta às oportunidades e procura outros destinos no Brasil, segundo afirma em comunicado distribuído na cidade de São Paulo.

Nas rotas internacionais a partir do Brasil, a LATAM prevê recuperar em fevereiro até 49% da sua oferta de assentos (ASK*) e já restabeleceu voos para 19 destinos: Assunção, Barcelona, Bogotá, Buenos Aires/Aeroparque, Buenos Aires/Ezeiza, Cidade do México, Frankfurt, Lima, Lisboa, Londres, Madrid, Mendoza, Miami, Milão, Montevidéu, Nova Iorque Orlando, Paris e Santiago.

 

Operação global do grupo LATAM

Somadas todas as suas filiais, o Grupo LATAM prevê retomar até 66% da sua oferta total de assentos (ASK*) em fevereiro de 2022, na comparação com fevereiro de 2019 (antes da pandemia). Além disso, prevê operar neste mês quase 1.059 voos domésticos e internacionais por dia para 132 destinos em 18 países. Na divisão de cargas, a companhia programou 1.110 voos em aeronaves cargueiras, com um nível médio de utilização 6% superior ao do mesmo mês de 2019.

 

Resultado operacional de janeiro de 2022

No mercado doméstico do Brasil, em janeiro de 2022 (na comparação com janeiro de 2019), a LATAM registou uma demanda de passageiros (RPK**) de 103,6% e uma oferta de assentos (ASK*) de 103,4%, resultando em uma taxa de ocupação de 84%.

Ao todo, também em janeiro de 2022 e na comparação com janeiro de 2019, o Grupo LATAM registou uma demanda de passageiros (RPK**) de 65,4% e uma oferta de assentos (ASK*) de 69,5%, resultando em uma taxa de ocupação de 80,4%. Já no transporte de cargas, registou uma ocupação de 53,5%.

 

*ASK: sigla em inglês para Assentos-Quilómetros Oferecidos

**RPK: sigla em inglês para Passageiros-Quilómetros Transportados

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica