LATAM Cargo leva botijas de oxigénio e ventiladores pulmonares para o Amazonas

A LATAM Cargo Brasil continua a ter um papel muito importante no transporte de equipamentos e produtos para utilização hospitalar e farmacêutica no País, no âmbito da pandemia de covid-19, que atinge proporções alarmantes, algumas mesmo fora de controlo. Na sexta-feira levou oxigénio para os hospitais do Estado Amazonas. Neste sábado, dia 16 de janeiro, a companhia disse que está a preparar novo transporte. Desta vez, através do seu programa ‘Avião Solidário’, e em parceria com a Universidade de São Paulo (USP) e o Governo do Estado de São Paulo, está a transportar ventiladores pulmonares ‘Inspire’, desenvolvidos pela Escola Politécnica da USP para a cidade de Manaus, capital do Estado do Amazonas, no norte do Brasil, onde a situação de infetados com a covid-19 apresenta um cenário catastrófico, com várias mortes devido à não existência de oxigénio e à falta de equipamentos adequados nos hospitais daquele estado.

Os equipamentos agora recolhidos em São Paulo, de tecnologia brasileira, serão transportados no voo LA3270 e enviados para cinco hospitais da capital amazonense, anunciou a companhia aérea. Novos voos partirão para o Amazonas na próxima semana. A previsão é de que todos os ventiladores pulmonares cheguem a Manaus até à próxima terça-feira, dia 19 de janeiro.

 

Iniciativas da LATAM Airlines Brasil em parceria com o Ministério da Saúde contemplam todo o País

A LATAM tem colaborado no combate da pandemia na região. Na sexta-feira, logo que a situação se agravou, a companhia realizou o terceiro voo em parceria com o Governo do Amazonas, a pedido do Ministério da Saúde, por meio da VTCLOG, que realizou o transporte para o Aeroporto de Manaus de 500 botijas de oxigénio para apoio à saúde pública [No Brasil as botijas de oxigénio são designadas por cilindros de oxigênio].

Entretanto, a companhia já transportou 240 milhões de máscaras em 45 voos especiais vindos da China para o Brasil para o combate à covid-19 no País.

Além disso, o Centro de Manutenção (MRO) da LATAM em São Carlos, também adaptou uma parte de sua operação para produção de máscaras, focadas em proteger seus funcionários de áreas operacionais e em abastecer hospitais. No total, mais 45 mil máscaras reutilizáveis de tecido e protetores faciais (face shield) foram confeccionados para uso dos colaboradores da empresa (17 mil funcionários beneficiados), assim como outros 900 protetores faciais para doação às instituições de saúde. Em setembro de 2020, também foram confeccionadas, em parceria com a Braskem e FITESA, 55 mil máscaras cirúrgicas, para doação a cinco hospitais da região.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica