Lisboa bate recorde e chega aos dois milhões de passageiros em Julho

O Aeroporto Internacional de Lisboa bateu em Julho passado o recorde mensal de passageiros de voos comerciais, passando pela primeira vez a fasquia dos dois milhões, com um total de 2.071.030 de passageiros embarcados e desembarcados, de acordo com os dados a que o ‘PressTUR’ teve acesso.

O crescimento em Julho foi em 9,6% ou 181,2 mil passageiros, com aumentos em 7,2% do tráfego ponto a ponto, para 1,62 milhões, e em 19,1% do tráfego de transferência, pelo seu papel de hub, para 446,4 mil.

Os dados mostram que o crescimento em Julho se fez apesar de a TAP, principal companhia que opera no aeroporto da capital portuguesa, ter registado uma quebra ligeira, de 0,8%, mas mantendo-se a líder destacada, com 50,3% de todos os passageiros embarcados e desembarcados no também denominado Aeroporto da Portela, num total de 1,04 milhões.

Como tem acontecido desde as perturbações vividas pela TAP no Verão passado e a greve promovida pelo sindicato português dos pilotos em Maio passado, a Ryanair evidenciou-se com o maior crescimento, com um aumento de passageiros em 116,1%, para 204,3 mil, atingindo assim uma quota de 9,9%.

Depois da Ryanair, os maiores aumentos relativos do mês foram da Air Europa, em 48,5%, da Turkish Airlines, com +37,2%, da United Airlines, com +33,4% e da Swiss, com +24,3%.

Em valor absoluto, a seguir à Ryanair foram os aumentos da EasyJet, em 13,8 mil, a Transavia.com, em cerca de nove mil, a Air Europa, em 7,8 mil, e a Iberia, em 6,1 mil.

Os dados a que o PressTUR teve acesso mostram que além do crescimento destas companhias de voos regulares, cujo aumento médio foi em 8,9%, para 2,024 milhões de passageiros, Lisboa teve também um forte crescimento de passageiros de voos charter, que subiram 48,5%, para 45,1 mil passageiros movimentados.

 

  • Matéria da autoria do ‘PressTUR’, portal português de notícias de turismo e viagens, parceiro editorial do ‘NewsAvia’ em Portugal.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica