Macau suspende entrada de pessoas oriundas de oito países da África Austral

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), no sul da China, interditou a partir deste domingo, dia 28 de novembro, a entrada no território a pessoas oriundas de oito países africanos, justificando a decisão com a ameaça da variante Ómicron do novo coronavírus.

A proibição incluiu aqueles que tenham estado na África do Sul, Botsuana, Zimbabué, Namíbia, Lesoto, Eswatini (antiga Suazilândia), Moçambique ou Maláui nos últimos 21 dias.

A nova variante foi recentemente detetada na África do Sul e, segundo a Organização Mundial da Saúde, o “elevado número de mutações” pode implicar uma maior infeciosidade.

A taxa de vacinação em Macau, território chinês onde se fala português, ronda os 70%. A RAEM registou apenas 77 casos desde o início da pandemia e, à exceção da China, continua a manter fortes restrições fronteiriças e exige quarentenas à entrada que podem durar 35 dias.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Maioria parlamentar chumba comissão de inquérito à privatização da ANA – Aeroportos de Portugal

Os partidos PSD, CDS e PS manifestaram-se nesta terça-feira,...

Bestfly decide suspender toda a operação da TICV na República de Cabo Verde

 A companhia Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV) foi...

Base Aérea das Lajes não pode ser “uma base adormecida”, alerta governante dos Açores

O vice-presidente do Governo Regional dos Açores, Artur Lima,...