Mad Men utiliza o avô de todos os jatos no último episódio

Considerado, pela crítica mundial, um dos melhores finais de temporada de todos os tempos, Mad Men, que teve seu último episódio exibido nos EUA no último domingo (17/05), ganhou um requinte de luxo. A bordo de um Learjet 23, da fabricante canadense Bombardier, Pete Campbell, interpretado por Vincent Kartheiser, decola rumo a um final feliz em Wichita, no Kansas. Primeiro jato executivo produzido em escala industrial, o Learjet 23 foi desenvolvido na primeira metade dos anos 1960, período em que se passa a série. Conhecido como “o avô de todos os jatos”, ele foi certificado pela FAA (Federal Aviation Administration) com velocidade de cruzeiro de Mach 0.80, revolucionando os padrões de desempenho estabelecidos na época.

Learjet-23---Mad-Men

Foram construídas 104 unidades entre 1964 e 1966.

Learjet-23---cockpit

 

Ainda hoje, as aeronaves da família Learjet conciliam tradição e inovação, oferecendo modelos líderes de mercado em seu segmento. Lançado em 2013, o Learjet 75, trouxe avanços significativos. “A combinação entre boa performance e conforto foi feita na medida certa nesse jato”, garante o diretor de vendas da Líder Aviação, representante exclusiva da Bombardier no Brasil, Philipe Figueiredo. Segundo ele, a aeronave tem autonomia máxima de voo superior a duas mil milhas náuticas – em velocidade de cruzeiro de até Mach 0.75 – e tem capacidade para voar, sem escalas, de São Paulo a Manaus, ou para as principais capitais da América do Sul.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica