Manutenção e Engenharia da TAP no Brasil em processo de encerramento

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Como parte do plano de reestruturação aprovado pela Comissão Europeia no dia 21 de dezembro de 2021, o Grupo TAP decidiu encerrar as operações da TAP Manutenção e Engenharia Brasil S. A. (“TAP ME”), anunciou nesta quarta-feira, dia 12 de janeiro, o grupo português de aviação, em comunicado distribuído em Lisboa.

A medida, no entanto, não interfere na operação de transporte aéreo de passageiros da companhia no país, seu principal mercado exterior. O Brasil representa entre 25% e 30% da receita da TAP Air Portugal, que continua a aumentar a oferta naquele mercado, com presença em 11 capitais e expectativa de expansão dos voos semanais.

 

Segundo explica o Grupo TAP, o processo vai prosseguir da seguinte maneira:

– Os serviços de manutenção referentes a aeronaves já contratados e/ou em andamento serão realizados normalmente, de acordo com os contratos entre a TAP ME e seus clientes;

– A TAP ME não aceitará novos pedidos para prestação de serviços de manutenção.

– Somente a partir da conclusão dos serviços de manutenção em andamento ou daqueles já contratados é que a TAP ME encerrará as suas atividades no Brasil.

 

Não foi revelado que destino será dado às instalações, nem às centenas de trabalhadores que estão ao seu serviço.

 

A TAP M&E (Manutenção e Engenharia) foi a sucessora da VEM – Varig Engenharia e Manutenção, após a companhia aérea portuguesa ter adquirido os ativos da Varig, em 2006, então em processo de falência. Um negócio que foi feito, ao tempo, em troca dos empréstimos que a TAP tinha feito à Varig, já em decadência económica, ‘avalizado’ pelo Governo do Brasil, com quem a TAP negociou a concessão de dezenas de slots semanais em aeroportos do Brasil, que permitiu a expansão das rotas da Europa para aquele país, onde a TAP se tornou a companhia predominante. Contudo, um negócio muito mau para o grupo português, já que a TAP ME Brasil, com fraca rentabilidade, tornou-se num sorvedouro de dinheiro, contribuindo para os grandes prejuízos do Grupo TAP nos últimos anos. Contudo, na segunda década deste século, era a empresa de manutenção aérea mais importante da América Latina.

A partir daí a TAP ficou com as duas instalações da VEM, nos aeroportos de Porto Alegre e do Rio de Janeiro/Galeão. A VEM era, ao tempo, a mais importante empresa de manutenção de aeronaves comerciais no Brasil, e até na América Latina, integrando serviços de inspeção e reparação, e até conversões de aviões de passageiros para carga.

A unidade de Porto Alegre, no Estado do Rio Grande do Sul, referência na manutenção de jatos Embraer, foi encerrada em 2018, restando a do Rio de Janeiro/Galeão que até ao início de 2021 recebeu também aviões da TAP Air Portugal para revisões programadas e inspeções obrigatórias, nomeadamente da frota de Airbus A330, em phase out desde 2020. Agora a ordem é para encerrar, de acordo com a recomendação da Comissão europeia e a decisão do Grupo TAP.

4 COMENTÁRIOS

  1. eventuais polemicas transatlânticas a parte, já tive oportunidade de trocar mails com um comentador da comunicação social sobre esta questão, nomeadamente a confusão que pessoas menos conhecedoras possam fazer ao ler os textos que saíram em Portugal sobre o assunto.
    isto acontece pq provavelmente os textos foram escritos para ser lidos no Brasil, mas o facto é que lidos em Portugal induzem em erro
    foi-me dito que uma coisa é a empresa no Brasil e outra a unidade em Lisboa, mas a realidade é que dizer-se “A TAP M&E (Manutenção e Engenharia) foi a sucessora da VEM – Varig Engenharia e Manutenção…” não é nada correcto. A designação “TAP M&E” surgiu há muitos anos como sucessora da DGME da TAP, em Lisboa. Depois foi levada para a empresa brasileira.
    assim, nestes textos a TAP Manutenção e Engenharia Brasil S. A. devia ser sempre identificada como (“TAP ME BR”), ou algo semelhante e não como saiu

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Maioria parlamentar chumba comissão de inquérito à privatização da ANA – Aeroportos de Portugal

Os partidos PSD, CDS e PS manifestaram-se nesta terça-feira,...

Bestfly decide suspender toda a operação da TICV na República de Cabo Verde

 A companhia Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV) foi...

Base Aérea das Lajes não pode ser “uma base adormecida”, alerta governante dos Açores

O vice-presidente do Governo Regional dos Açores, Artur Lima,...