Bem-vindo, !|Sair

Marinha francesa deteta sinal que deve ser do A320 da EgyptAir

Uma equipa de investigadores do Gabinete de Investigações e Análises (BEA), organismo autónomo que funciona junto da Direção-Geral da Aviação Civil de França, confirmou nesta quarta-feira, dia 1 de junho, que a Marinha de Guerra Francesa posicionada no Mar Mediterrâneo, detetou um sinal proveniente de uma das duas caixas negras do avião A320 da EgyptAir que se encontra desaparecido desde o passado dia 19 de maio quando realizava o voo MS804 entre Paris e o Cairo.

“O sinal de um registo de voo pôde ser detectado pelos equipamentos da sociedade Alseamar que se encontram a bordo no navio da marinha nacional Laplace”, confirmou Rémi Jouty, diretor do BEA, em comunicado distribuído em Paris.

As autoridades egípcias já tinham referido que um navio da marinha francesa tinha captado “sinais provavelmente provenientes” de uma das duas caixas negras do voo Paris-Cairo da EgyptAir que se despenhou com 66 pessoas a bordo.

O ‘Laplac’ chegou na terça-feira, dia 31 de maio, à zona de buscas, e está equipado com três aparelhos submergíveis (DETECTOR-6000) da sociedade francesa ‘Alseamar’, com capacidade para detetar ‘pings’ (eco sonar) das caixas negras até 5.000 metros de profundidade.

O navio da sociedade ‘Deep Ocean Search’ (DOS), equipado com um robot que permite recuperar os gravadores de voo a 3.000 metros de profundidades, deve alcançar no dia 10 de Junho a zona onde o avião provavelmente se despenhou.

A hipótese de atentado, inicialmente avançada pelas autoridades egípcias, está a ser agora preterida por um eventual problema técnico: os alertas automáticos foram emitidos pelo aparelho dois minutos antes da sua queda, assinalando fumo no ‘cockpit’ e uma falha no computador que gere os comandos.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica