Bem-vindo, !|Sair

Motores eléctricos chegaram ao mítico EXTRA (com vídeo)

 width=

 

“Este é um dia que mudará a historia da aviação”, declarou Frank Anton, responsável pela unidade de motorizações eléctricas para aviação da Siemens.

 

Foi o próprio criador dos EXTRA Aerobatic planes, Walter Extra, um ícone da aviação acrobática, e construtor pioneiro dos EXTRA, que voou pela primeira vez uma versão com motor elétrico desenvolvido pela marca alemã.

O avião havia sido apresentado na última Aero Expo em Friedrichshafen, na Alemanha, em Abril último pela Siemens e teve o seu primeiro teste de voo em finais de Junho, reservado aos olhares da Siemens e da EXTRA.

Na segunda-feira, dia 4 de julho, foi a vez da apresentação pública com direito a voo acrobático perante convidados no Aeroporto Schwarze Heide, perto  da cidade de Dinslaken, na região administrativa de Dusseldorfe, na Alemanha.

 

Extra-330LE---Siemens-voo

Foi a primeira vez que um motor com esta perfomance voou, debitando 260 kilowatts, e pesando somente cinquenta quilogramas, cerca de cinco vezes mais potentes quando comparados com motores convencionais a pistão no rácio peso/potência

Montado num Extra 330LE com cerca de mil quilogramas, a intenção da Siemens é de levar o motor ao seu limite em todas as situações, de modo a que os testes possam melhorar ainda mais o seu desenho e performance.

 

Extra-330LE-Siemens-voo-2

 

Walter Extra pouco se pronunciou sobre o motor e quais as alterações que traziam aos seus EXTRA normalmente montados com motores de seis cilindros da Lycoming com cerca e 300 cavalos a vapor de potência.

“Procurei puxar por alguns limites, e o motor portou-se espectacularmente bem” afirmou aos jornalistas presentes.

Extra-330LE---Siemens--pormenor-motor

Estes testes vão permitir à Siemens certificar este motor a curto prazo para a aviação geral destinado a aeronaves até quatro lugares, e em parceria com a Airbus criar os primeiros aviões comerciais para ligações regionais num formato de produção híbrida com recurso a motores elétricos. O objectivo é ter um modelo de produção a voar em 2030 com capacidade até 100 pessoas com alcance de mil quilómetros.

O suporte para o desenvolvimento deste motor esteve a cargo da LUFO, entidade pública alemã de pesquisa para o desenvolvimento aeronáutico. O Extra 330LE é produzido em parceria com a Siemens, EXTRA Aircraft, MT-Propellers e com a Pipistrel (baterias)

 

 

Siemens lança fundo para ‘start-ups’ de mil milhões [mil milhões] de euros

A Siemens espera eletrificar a aviação, e de acordo com Siegfried Russwurm, presidente executivo da empresa, são necessárias mais ideias inovadoras, disruptivas, e coragem para tomar riscos e continuar esta viagem. É por isso que o desenvolvimento de propulsão elétrica para motores de aviação é a primeira prioridade de financiamento do recém-criado fundo de investimento para start-ups denominado Next 47, disponível a partir de 1 de Outubro de 2016 com um orçamento de mil milhões [um bilião no Brasil] de euros para os primeiros cinco anos.

 

Siegfried-Russwurm-next47

A next47, uma referência ao ano de fundação da Siemens-1847, é uma iniciativa separada da casa mãe que procurará acelerar novas ideias, projectos ou patentes. Estará disponível para colaboradores da Siemens, empreendedores, start-ups externas internacionais, ou empresas estabelecidas, que partilhem da visão inovadora da Siemens e que estejam dispostos a avançar com os seus projetos, patentes ou ideias disruptivas.

 

Vídeo do voo

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica