Bem-vindo, !|Sair

Não basta só servir um café e sorrir, é preciso amar!

Longe vão os tempos das vistosas e deslumbrantes meninas da Pan-Am, vestidas de azul, que espalhavam charme em cada aeroporto por onde passavam. Nesses anos áureos da aviação comercial, para ser ‘hospedeira de voo’ a beleza era, sem dúvida, factor primordial na escolha. Os anos passaram e a Pan-Am, infelizmente, desapareceu dos céus. Mas nos dias de hoje em que os homens ‘comissários’ têm também uma palavra a dizer, muito mudou.
Há quem considere que o comissário de bordo ou a hospedeira como uma profissão de ‘bem’. Muitos julgam que é só servir chá, café e laranjada, conduzir os passageiros aos lugares e depois de umas horas de voo, chegar a um bom hotel, passear e voltar a casa. A maioria das pessoas pensa assim.
Esta profissão, desgastante (como tantas outras) tem prós e contras. Costumo dizer que não se é comissário ou hospedeira só porque sim. Na minha opinião é preciso AMAR a profissão. É preciso ter carinho. Tratar os aviões por ‘tu’. É sonhar com o barulho dos motores a descolar, com os anúncios a bordo, com os ‘trolleys’ a fecharem gavetas com comidas e bebidas.
Para alguns não… É apenas porque se ganha bem, é um sector que não está em crise e, até nem há mais nada para fazer. Claro que isto, é como tudo na vida.
Contudo, há que saber que esta profissão varia com as companhias: na Emirates, Qatar ou Ethiad, o requinte e ‘detalhe’ são palavras-chave. Atrevo-me a dizer que estas companhias são a ‘Pan-Am’ ou a ‘TWA’ dos tempos modernos! Claro que depois, as companhias regulares têm regalias que, por exemplo, as ‘Low-Cost’ não possuem: estadas ou ajudas de custo (apenas citando algumas).
Mas, no fundo, a beleza, a perfeição, os idiomas ou a paixão não são o ‘ponto-chave’ desta ‘nossa’ profissão: quando entramos no avião, já pensámos alguma vez que quem nos serve o café é quem, num espaço de 90 segundos ou menos, nos pode salvar a vida?

Um abraço a todos.

João Palma Costa

Nota: Todos os textos publicados na secção blogger integram um espaço de participação dos leitores e seguidores, que convidamos para tal. São da responsabilidade do autor, sendo que não expressam necessariamente a opinião da NEWSAVIA.

João-Palma-Costa-Blogger-NewsaviaJoão Palma Costa é licenciado em Turismo, ramo de Marketing, pela Universidade do Algarve/Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo.

Desde 2012 que é comissário de bordo na companhia irlandesa Ryanair. Está colocado na base de Madrid (Espanha).

João Palma Costa após a licenciatura passou por dois projectos hoteleiros de luxo no Algarve, onde assumiu lugares de responsabilidade. Antes, entre 2005 e 2006, a convite do Director dos Serviços de Turismo do Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) estagiou nos Departamentos de Marketing, Mercados, Relações Públicas e Eventos/Projectos Especiais. No Oriente teve oportunidade de contactar directamente com os novos mercados de turismo emergentes: Brasil, Índia, China e África. Participou activamente nos projectos de elaboração de estudos para o “Grande Prémio de Macau”, “Festival Internacional de Fogo de Artifício” e em diversos certames de turismo Internacional, nomeadamente na ITB (Berlim) e no WTM/Londres.

1 Comments

  1. Pelo que escreve no seu texto denota-se um verdadeiro gosto pela profissão,o que é de louvar!
    Gostaria no entanto de deixar a ressalva de que não só as Companhias regulares têm estadas e/ou ajudas de custo,mas também muitas lowcost,caso da easyjet,a Germanwings a Vueling a Norwegian entre outras….talvez tal apenas não aconteça na sua Ryanair,!

    Votos de bons vôos e uma feliz carreira

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica