NAV informa que voos controlados em Portugal triplicaram em relação a 2021

O número de voos controlados pela NAV Portugal mais do que triplicou (208%) no primeiro trimestre, fixando-se em 156.500, o que representa uma recuperação do tráfego para 85% dos níveis pré-pandemia.

“A NAV Portugal controlou 156.500 voos ao longo do primeiro trimestre de 2022, mais 208% do que no período homólogo de 2021, e um valor que representa uma recuperação do tráfego para 85% dos níveis registados em 2019, ano de referência para a aviação civil”, indicou a entidade, em comunicado divulgado nesta quinta-feira, dia 28 de abril, em Lisboa.

Só em janeiro deste ano, o tráfego gerido pela NAV foi inferior em 21,3%, em comparação com o mesmo mês de 2019, enquanto em março apresentou uma quebra de 10,3%.

Apesar de não adiantar números, a NAV referiu que os dados de abril, nomeadamente no período da Páscoa, “consolidam a trajetória de incremento do tráfego”, verificando-se um número de movimentos “muito próximo” ao apurado em 2019.

Por regiões de informação de voo (RIV), na de Lisboa, que inclui os movimentos aéreos em Portugal continental e no arquipélago da Madeira, foram geridos 122.000 voos entre janeiro e março, menos 17% do que no mesmo período de 2019.

Contudo, em relação ao primeiro trimestre de 2021, registou-se um aumento de 260% nesta RIV.

Na RIV de Santa Maria, ilha do arquipélago dos Açores, que inclui o tráfego “numa vasta área” do Oceano Atlântico Norte e nos Açores, o tráfego recuou 8,2%, face ao período homólogo de 2019, com 34.500 movimentos, e mais do que duplicou (104,5%) nos primeiros três meses de 2021.

O tráfego controlado pela NAV inclui aterragens, descolagens e sobrevoos no espaço aéreo português, o equivalente a mais de 5,8 milhões de quilómetros quadrados.

A NAV é um prestador de serviços de navegação aérea, que conta com um ativo de cerca de 1.000 técnicos.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica