Obama visitou instalações da Ethiopian Airlines em Adis Abeba

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O presidente dos Estados Unidos aquando da sua recente visita à Etiópia, no final do mês de Julho, visitou a Academia de Aviação da Ethiopian Airlines e deixou-se fotografar junto de um dos seus mais modernos aviões de passageiros, precisamente o primeiro Boeing 787 Dreamliner a chegar à companhia, baptizado com o nome ‘Africa First’, avião que Barack Obama recordou ter visto na linha de montagem da construtora norte-americana, aquando de uma visita à fábrica nos EUA.

Durante a sua deslocação às instalações da Ethiopian, que é a maior companhia aérea no continente africano, Obama teve oportunidade de ouvir do presidente executivo da empresa, Tewolde GebreMariam, oportunas explicações sobre o presente e futuro da companhia que desenvolve presentemente um projecto de expansão, denominado ‘Vision 2025’, que tornará a Ethiopian Airlines o maior grupo de aviação na África, desde a componente de transporte aéreo à gestão de aeroportos, passando pela formação de pilotos e de profissionais com formação adequada para prestar assistência técnica qualificada e certificada em vários tipos de aeronaves.

A Ethiopian, explicou GebreMariam a Obama, tem hoje a maior frota de Boeing 787 Dreamliner em África, com 13 aparelhos já integrados na sua frota e mais oito a chegar, de uma encomenda total de 21 aviões à fábrica norte-americana. Na Academia de Aviação da Ethiopian, em Adis Abeba, onde têm sido formadas centenas de pilotos negros, existem os dois únicos simuladores de Boeing 787 e de Bombardier Q400 existentes no continente.

A Ethiopian voa hoje para 91 destinos internacionais em cinco continentes a partir do Aeroporto de Adis Abeba, capital da Etiópia. Entre essas rotas o presidente destacou as rotas para Washington (EUA), Pequim, Xangai e Hong-Kong (China) e Luanda (Angola) como as de maior procura e intensidade de tráfego.

A Academia de Aviação da Ethiopian Airlines tem hoje protocolos assinados com diversas companhias africanas, nomeadamente com a LAM – Linhas Aéreas de Moçambique. Diversos pilotos e técnicos de manutenção da companhia moçambicana foram formados em Adis Abeba.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Governo assegura que “não vai haver aporte do Estado” para o novo aeroporto de Lisboa

O ministro português das Infraestruturas, Miguel Pinto Luz (na...

Lisboa volta a ter voo direto para o Cairo – Egyptair retomou a rota com dois voos semanais

A Egyptair está de regresso a Portugal, tendo retomado...

CRJ-200ER despenhou-se no Nepal – Morreram 18 dos 19 ocupantes da aeronave que fazia um voo de teste

Um avião a jato bimotor CRJ-200ER da companhia nepalesa...

Ativistas climáticos interromperam tráfego aéreo em Colónia/Bona – Movimento já foi retomado

O Aeroporto de Colónia/Bona, na Alemanha, já reabriu ao...