OGMA reforça aposta nas Aeroestruturas com aquisição de nova maquinaria

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Melhorar processos, garantir mais eficiência e elevar a competitividade da empresa são os objetivos centrais do investimento de cerca de um milhão de euros que a OGMA concretizou na renovação do parque de máquinas da área de negócios de Aeroestruturas. Esta aposta vai continuar ao longo dos próximos dois anos, visando processos produtivos mais automatizados e alinhados com as melhores práticas no sector, anunciou nesta segunda-feira, dia 29 de maio, a empresa portuguesa

Entre os investimentos previstos para este ano estão a aquisição de mais duas máquinas CNC HSM com 950mm e com 3600mm, respetivamente, e a renovação da máquina de corte de chapa Trumatic.

De acordo com Ana Isabel Fernandes, diretora de Operações da OGMA, “com este investimento procuramos elevar o nosso padrão de qualidade com o menor custo possível para, desta forma, ganhar mais competitividade no mercado. A aquisição de novas máquinas responde não só a projetos que temos ganho recentemente como visa também preparar-nos para chegar a outros novos”.

“A nossa estratégia industrial é muito clara na definição no que chamamos road map de atualização tecnológica. Este é apenas um passo para dotar a OGMA das melhores capacidades técnicas e humanas para estar entre os melhores a nível mundial no fabrico e montagem de Aeroestruturas”, finaliza Ana Isabel Fernandes.

Esta renovação de equipamento vai contribuir para a capacidade operacional da OGMA em diferentes projetos, incluindo no fabrico de diversos componentes para os E-Jets E2, a segunda geração de aeronaves comerciais da construtora aeronáutica brasileira Embraer. Recorde-se que nas instalações da OGMA, em Alverca, serão fabricados componentes em compósito e componentes maquinados em ligas metálicas para os três modelos das aeronaves E2: “wing box” (E175-E2, E190-E2 e E195-E2), estabilizadores horizontais e “flaps” (E175-E2).

O investimento agora anunciado na fábrica portuguesa deverá ser continuado nos próximos dois anos, indica um comunicado distribuído pela OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal, S. A.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

São Tomé e Príncipe bate em 2023 recorde de entrada de turistas no País com portugueses a liderar

A República Democrática de São Tomé e Príncipe superou...

ANAC e APA já deram aval a obras de melhoria no Aeroporto Humberto Delgado/Lisboa

Francisco Pita, administrador executivo da ANA – Aeroportos de...

Sindicatos da Portway desconvocam greves após novo Acordo de Empresa

Os quatros sindicatos dos trabalhadores da empresa portuguesa de...

Publicado o novo acordo de empresa dos tripulantes de cabina da TAP

O novo acordo de empresa, aprovado pelos tripulantes de...