Bem-vindo, !|Sair

Passageiros da TAP viajaram 40 km de autocarro entre dois aeroportos de Natal

Os 257 passageiros do voo da TAP procedente de Lisboa que aterrou ontem, domingo, dia 1 de Junho, pelas 23h20 (hora local) no Aeroporto Augusto Severo, na cidade de Natal, Estado Rio Grande do Norte, foram recebidos num ambiente estranho, se tivermos em conta a movimentação de aviões e pessoas que sempre se verificam nos grandes aeroportos brasileiros.

É que este aeroporto tinha sido desactivado na manhã de sábado, dia 31 de Maio, conforme nossas notícias anteriores, e a TAP só voltou a utilizá-lo, porque os serviços oficiais de controlo de passageiros e cargas não foram instalados no novo aeroporto situado a 40 quilómetros de distância, em São Gonçalo do Amarante, para onde foi transferida toda a operação aeroportuária com destino à capital do Rio Grande do Norte.

Durante todo o sábado, nem o Consórcio Inframérica, responsável pela administração do novo aeroporto, nem a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) sabiam onde o voo da TAP pousaria. O Consórcio Inframérica chegou a divulgar que os voos internacionais iriam pousar no novo terminal. Somente na noite de sábado a ANAC autorizou o pouso de voos internacionais no Aeroporto Augusto Severo, que foi desactivado com a inauguração do novo terminal. Pelo dia a própria ANAC chegou a referir que o voo tinha sido cancelado devido ao facto do avião escalado precisar de manutenção, uma desculpa que a TAP em Lisboa não confirmou. Antes se mostrou surpreendida.

Os passageiros que viajaram na TAP e que se destinavam a outros destinos no interior do Brasil tiveram de viajar 40 quilómetros para embarcar num voo de ligação no novo aeroporto. O consórcio Inframérica colocou à disposição dos passageiros transporte gratuito em carrinhas/vans, que saem de meia em meia hora, ligando os aeroportos.

No Aeroporto Augusto Severo apenas uma lanchonete funcionava na noite deste domingo, refere hoje a imprensa brasileira. Todos os outros estabelecimentos comerciais estavam fechados. Dos guichês de informações das companhias aéreas, apenas o da TAP estava em funcionamento. Funcionários da Inframérica e servidores da Infraero estavam no local para orientar os passageiros que chegavam para embarque.

Enquanto o alfandegamento não for concedido ao novo terminal, os voos internacionais continuarão sendo operados no Augusto Severo.

«Segundo a Receita Federal, por conta do trâmite de um relatório com o resultado da inspecção no aeroporto construído para a Copa, ele só estaria liberado para receber voos internacionais no dia 04/06 (quarta-feira). “O aeroporto tem pendências de ordem operacional. Não há disponibilidade de link de acesso pela Embratel (empresa de telefones) ao sistema da Receita Federal, por exemplo. Isso impossibilita o nosso trabalho”, disse o inspector-chefe da Inspectoria da Receita Federal em Natal, Jorge Luiz da Costa», lê-se no portal noticioso da rede Globo (G1).

  • Aeroporto Augusto Severo, em Natal, reabre esta semana sempre que chegar um voo internacional à capital do Rio Grande do Norte. Ontem foi a TAP proveniente de Lisboa – Foto: ‘Mercado & Eventos’

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica