Passageiros de Portugal Continental voltam à lista vermelha no Reino Unido

O Governo britânico acaba de anunciar, na tarde desta quinta-feira, dia 10 de setembro, que os passageiros oriundos de aeroportos de Portugal continental – Lisboa, Porto e Faro – serão obrigados a cumprir uma quarentena de duas semanas, devido ao agravamento de casos de covid-19.

Acompanham Portugal nesta nova lista a Hungria, na Europa, a Polinésia Francesa, no Oceano Pacífico Sul, e a Ilha Reunião, no Oceano Índico.

Portugal, apenas o território continental, é desta forma excluído da lista dos países que integram o corredor aéreo seguro para entrada nos aeroportos do Reino Unido. Esta decisão pode ser alterada pelos governos de cada um dos países que integram o Reino Unido – Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales.

“Através de informação aperfeiçoada, agora temos a capacidade de avaliar ilhas separadas dos seus países continentais. Se chegar a Inglaterra vindo dos Açores ou Madeira, não precisará de se isolar por 14 dias”, escreveu o ministro dos Transportes, Grant Shapps, na rede social ‘Twitter’.

A Escócia já tinha excluído Portugal da sua lista de “corredores internacionais” desde o dia 5 de setembro, enquanto que o País de Gales aplicou restrições um dia antes, mas manteve a Madeira e Açores isentos de quarentena.

Portugal só foi incluído na lista dos países com “corredores de viagem” com o Reino Unido há três semanas, a 20 de agosto, porém o aumento contínuo do número de casos de infeção em Portugal Continental terá pesado na decisão, que era esperada na semana passada, quando ultrapassou o nível de 20 casos por 100 mil habitantes.

Portugal contabilizou nesta quinta-feira, dia 10 de setembro, 585 novos casos de infeção relacionados com a pandemia de covid-19 e na véspera tinha registado 646, mais do dobro das registadas na terça-feira passada.

O índice de transmissibilidade efetivo (Rt) encontra-se atualmente nos 1,12, um valor considerado de risco.

A situação epidemiológica de covid-19 em Portugal agravou-se desde meados de agosto, de acordo com um estudo da Direção-Geral da Saúde (DGS) e Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA), tendo sido registadas 3.909 novas infeções entre 17 e 30 de agosto.

A entrada em vigor das novas medidas no Reino Unido está marcada para o próximo sábado, dia 12 de setembro, às 04h00 locais. Os passageiros que chegam da Suécia vão passar a estar isentos de quarentena.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica