Bem-vindo, !|Sair

Piloto tresloucado embate jato executivo contra a casa onde estava a mulher e o filho

A opinião dos Profissionais. #1 Newsletter OUT2018


Um homem de 47 anos de idade que pilotava um Cessna 525 CitationJet, embateu contra uma casa de habitação em Payson, no Estado do Utah, Estados Unidos da América, na madrugada desta segunda-feira, dia 13 de agosto, confirmaram fontes policiais. A aeronave incendiou-se e o piloto morreu no desastre. Os dois locatários, uma mulher e uma criança, foram lavados a um hospital, mas pouco tinham além de terem apanhado um grande susto.

Segundo vizinhos da habitação, o acidente verificou-se pelas 02h30 locais e o estrondo foi tão grande que foi ouvido a alguns quilómetros de distância.

Na manhã desta segunda-feira a polícia revelou que o jato executivo, bimotor, é propriedade da empresa Vancon Holdings, e que tinha descolado de madrugada, sem autorização, de Spanish Fork, um aeroporto dedicado à aviação executiva e geral, próximo do local do desastre.

Aos comandos do avião, matrícula N526CP, construído em 1995, ia Duane Youd, um cidadão norte-americano que tinha sido detido na noite de domingo devido a violência doméstica e libertado mais tarde sob fiança. Desconhece-se a relação de Youd com a empresa proprietária do aparelho.

A Polícia Federal dos EUA acredita que o homem levantou voo deliberadamente com o intuito de se suicidar, e ao mesmo tempo, matar a mulher e o filho que o tinham denunciado às autoridades e que, naquele momento, provavelmente, se encontravam em casa a dormir. Contudo, nem tudo terá decorrido como planeou. A casa resistiu ao impacto do avião e à explosão, tendo os locatários fugido imediatamente do local.

Há apenas a lamentar a morte do tresloucado piloto que, se fosse visto, por alguém antes de entrar no avião, não o teriam deixado seguir viagem, disse a polícia. Tinha diversos ferimentos na cara e apresentava um ar anormal, dada a luta que tivera com a esposa antes de ser detido pelas autoridades policiais.

Infelizmente mais um caso de falta de vigilância nos aeroportos norte-americanos poucos dias depois de um trabalhador do sector de bagagens da Horizon Air, no Aeroporto de Seattle/Tacoma, ter conseguido levantar voo com um avião de passageiros Bombardier Dash Q400 da companhia e voar durante cerca de uma hora e meia na cidade de Seattle, no Estado de Washington, antes de cair numa floresta e morrer (LINK notícia relacionada).




Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica