Pilotos da Lufthansa determinados na exigência de aumento salarial de 5,5 por cento

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Os pilotos da Lufthansa que reclamam aumentos salariais votaram, no domingo, dia 31 de julho, a favor de uma possível greve na companhia aérea alemã, anunciou um sindicato, considerando a decisão um “sinal inconfundível” para a empresa da determinação daqueles profissionais.

A estrutura sindical, denominada ‘Vereinigung Cockpit’ e que defende aumentos salariais de 5,5% este ano e um ajustamento automático dos vencimentos à taxa de inflação a partir de 2023, afirmou, no entanto, que a paralisação ainda pode ser evitada pela companhia aérea, nas negociações que estão a decorrer.

De acordo com fonte sindical, em comunicado citado pela agência internacional de notícias ‘Associated Press’, a Lufthansa “ainda não fez uma oferta negociável” aos pilotos em seis rondas de negociações já realizadas.

O sindicato sublinhou que 97,6% dos pilotos da companhia aérea alemã aprovou a convocação da paralisação, mas que a votação “ainda não leva necessariamente à greve, mas é um sinal inequívoco para a Lufthansa levar a sério as necessidades das tripulações”.

As disputas salariais na Lufthansa levaram, na passada quarta-feira, a uma greve de um dia do pessoal de terra da companhia alemã, convocada por outro sindicato, que resultou no cancelamento de mais de um milhar de voos.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

TAP Air Portugal terá 95 voos semanais para o Brasil no mês de julho

Uma delegação da TAP Air Portugal, liderada pelo seu...

Teste de táxi aéreo elétrico pode definir novo tipo de transporte para peregrinos do Hajj, na Arábia Saudita

Num movimento histórico, a Arábia Saudita conduziu com sucesso...

Instituto Superior de Aeronáutica e Turismo de Cabo Verde instalado na ilha do Sal

A Universidade Técnica do Atlântico (UTA) apresentou publicamente na...