Finnair retoma segundo destino na República Popular da China

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Finnair vai operar um serviço semanal entre o seu hub nacional de Helsínquia e a cidade de Guangzhou, na República Popular da China, a partir de 6 de setembro.

O voo será operado com um avião Airbus A350, com partidas da capital finlandesa às terças-feiras e regressos de Guangzhou às quintas-feiras. Os voos já estão disponíveis através dos canais de venda direta da Finnair e agências de viagens.

O voo para Guangzhou oferece conectividade a passageiros oriundos de vários destinos europeus servidos pela rede da Finnair. No hub de Helsínquia, os viajantes poderão continuar viagem, após com testes sanitários, conforme exigido pelas autoridades chinesas, disponíveis no aeroporto.

“Estamos entusiasmados por regressar a Guangzhou e esperamos aumentar gradualmente a nossa oferta para o mercado chinês”, diz Ole Orvér, diretor comercial da Finnair, num comunicado distribuído nesta segunda-feira, dia 1 de agosto, em Helsínquia.

A Finnair voa também para Xangai, na República Popular da China, uma vez por semana. A Finnair tem uma rede de cerca de 70 destinos europeus para a época de Inverno de 2022. O aeroporto de Helsínquia foi recentemente renovado para oferecer mais espaço e ainda melhor e uma mais conveniente experiência de transferência.

A Finnair tinha até há dois anos uma excelente rede de voos para a Ásia, que foi suspensa durante a pandemia de covid-19, como aconteceu com todas as companhias que realizavam voos regulares. No início do ano, quando estava a preparar o regresso aos longínquos destinos asiáticos, a companhia foi surpreendida pela Guerra Rússia-Ucrânia, que não permite o sobrevoo daqueles dois países, inviabilizando a retoma das ligações seguindo os planos de voo utilizados até final de 2019.

Presentemente a Finnair está a encarar outras soluções de percurso e a redesenhar toda a sua rede asiática.

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Mais passageiros transportados interilhas em Cabo Verde em março e abril deste ano

Os dois aviões fretados pela TACV, companhia aérea estatal...

Presidente da TAP defende que o Estado Português não deve privatizar totalmente a empresa

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, defendeu que o...