Bem-vindo, !|Sair

Pilotos da PGA juntam-se aos da TAP na greve de 10 dias em Maio

banner-AECP-02042015

 

 

Os pilotos da PGA – Portugália Airlines, companhia do Grupo TAP, aprovaram nesta quinta-feira, dia 16 de Abril,  por unanimidade, uma greve de 10 dias, com início a 1 de Maio, anunciou o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC).

A paralisação foi decidida em assembleia de empresa, um dia depois dos pilotos da TAP terem tomado uma decisão idêntica.

De acordo com a proposta aprovada na reunião, os pilotos mandataram o SPAC para emitir um pré-aviso de greve dentro de dois dias e para “praticar todos os atos e desenvolver todas as atuações que entenda necessárias para manter a unidade dos pilotos da PGA”.

Os pilotos da PGA, ao contrário dos seus colegas da TAP, não manifestam no documento disponibilidade para desconvocar a greve.

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil convocou as assembleias de pilotos por considerar que as negociações com a TAP e a PGA sobre os acordos de empresa entraram num impasse.

Num comunicado emitido na semana passada, a direção do SPAC informou que “o processo negocial entre o SPAC, a TAP e a PGA, no âmbito do compromisso subsidiário do acordo ratificado com o Governo em 23 de Dezembro de 2014 chegou a um impasse insanável, por motivos estritamente imputáveis à TAP, à PGA e ao Governo”.

Em causa, estão as pretensões dos pilotos sobre as diuturnidades e sobre a obtenção de 20% do capital da companhia aérea, aquando da sua privatização, que deverá estar concluída até ao final desta legislatura.

O Governo Português alertou para as consequências da greve e assegurou que o acordo que foi estabelecido antes do Natal está a ser respeitado pelo Executivo.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica