Bem-vindo, !|Sair

Pilotos da Ryanair anunciam greve em Portugal contra as ameaças da administração

Faz parte da maior comunidade de aviação em portuguêsO Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) de Portugal anunciou na tarde desta quarta-feira, dia 13 de dezembro que, “face ao fracasso da administração da Ryanair em dialogar com os representantes escolhidos pelos pilotos, foi convocada uma greve de 24 horas para os pilotos com base em Portugal no dia 20 de dezembro de 2017, a partir das 00:00”.

Esta ação está relacionada com outros movimentos dos pilotos da Ryanair na Irlanda e na Itália, e o SPAC lamenta profundamente que possam surgir potenciais perturbações nos planos de viagem dos passageiros (LINK notícia relacionada).

“A decisão da greve nunca é fácil, mas a recusa contínua da Ryanair em negociar com os Pilotos de forma justa e transparente deixou o sindicato sem outras opções”, destaca o comunicado do sindicato português, que a seguir explica o que está a provocar a revolta dos profissionais portugueses: “São os Pilotos que mantêm a chave para abrir a porta ao crescimento e expansão que irão maximizar os retornos aos acionistas. Consideramos que é especialmente preocupante que a gestão prefira cancelar aviões durante o período de pico do verão de 2018, do que comunicar com os seus Pilotos de forma a arranjar soluções para os problemas dos aviões. É importante salientar que esta greve não se deve aos pagamentos. Em inúmeras ocasiões, os Pilotos comunicaram os seus desejos à gestão, mas não encontraram nada para além de ameaças – sinais claros de uma cultura negativa, quanto aos recursos humanos, que os Pilotos sofrem diariamente.”

A greve marcada para o próximo dia 20 de dezembro será cancelada “caso a administração da Ryanair mostre abertura para o diálogo construtivo com vista à negociação coletiva e reconhecimento da Comissão de Empresa do SPAC como negociador, bem como um compromisso em acabar com a cultura estabelecida de medo e bullying em relação à sua equipa”.

Embora não tenha sido anunciado nenhum dia adicional de greve, o SPAC reserva-se no direito de adotar novas medidas caso a Ryanair continue a recusar-se a negociar de forma construtiva.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica