Bem-vindo, !|Sair

Portugal perdeu concurso para venda de F-16 à Bulgária


O governo da Bulgária anunciou no final do mês de Maio que escolheu a proposta do construtor sueco Saab para aquisição de novos aviões de combate que modernizarão a sua Força Aérea.

O ministro da Defesa da Bulgária coloca assim ponto final no concurso ao qual se habilitaram três entidades, todas com propostas diferentes: um lote de F-16 MLUs usados de Portugal em parceria com os Estados Unidos da América, com pack de armamento e logística incluído; um lote de novos Grippens JAS 39C fornecidos em parceria com o governo sueco; um lote de Eurofighters Typhoons fornecidos pelo governo italiano.

Este concurso obrigava a que o fornecimento das aeronaves fosse feito a nível governamental (entre governos). Stephan Yanev, ministro da Defesa da Bulgária, revelou que uma comissão especializada analisou as três propostas e que a sueca, apresentada com o SAAB JAS 39C Gripen ficou em primeiro lugar, seguida depois, pela proposta portuguesa e, por último, pela italiana.

A proposta sueca foi considerada mais atraente,  já que se enquadrava no orçamento de cerca de mil milhões de euros que o governo búlgaro reservara para a aquisição, menos 500 milhões que a proposta portuguesa.  A Saab teria ainda garantido uma entrega mais rápida da totalidade das aeronaves, cerca de 18 meses depois da assinatura do contrato, e oferecido condições de pagamento mais competitivas.

Não existe até agora nenhuma tomada de posição oficial por parte dos concorrentes em relação ao anunciado.

Stephan Yanev está agora mandatado para negociar com a proposta vencedora de modo a avançar para a compra das aeronaves de guerra, negócio que será tutelado entre governos. O acordo terá ainda de ser rectificado em sede do Parlamento búlgaro.

  • Foto : André Garcez

 


banner-newsavia-app-android-750x65

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica