Primeiro avião comercial chinês de médio curso está atrasado

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Unicâmbio dá milhas 1€=1MilhaA China Commercial Aircraft Co. (COMAC) confirmou prevê entregar o primeiro C919, de 150 lugares, em 2021. A primeira entrega será feita à China Eastern, disse o projetista chefe, Wu Guanghui, aos meios de comunicação chineses.

Durante o Singapore Air Show, o vice-diretor de vendas e marketing da COMAC, Lu Zheng, disse aos jornalistas que a empresa estava “tentando para 2021” a primeira entrega, indicando um atraso de um ano relativamente à expectativa para 2020.

Atualmente, há dois C919s em testes de voo e deverão ser adicionadas ao programa mais quatro aeronaves. Segundo a distribuição dos testes, a primeira, segunda e terceira aeronaves, concentram-se, principalmente em testes de função, estrutura e capacidade de controlo; a quarta aeronave deve verificar sistemas de aviação e iluminação; a quinta testa controlos de ambiente e sistemas de cabine além de extremos de calor e frio; a sexta aeronave testa sistemas de cabine e confiabilidade de função.

Segundo Guanghui, todo esse trabalho de preparação demorará três ou quatro anos para ser concluído. Espera-se a obtenção da certificação de aeronavegabilidade até ao final de 2020.

Até à data, a COMAC tem 815 pedidos para este modelo e comprometeu-se a produzir entre 20 e 50 C919s por ano e a aumentar, até 2020, a capacidade de produção anual para 150 C919s e 50 ARJ21.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Lufthansa City Airlines arranca no dia 26 de junho com voo Munique-Birmingham

A Lufthansa City Airlines, a companhia aérea mais jovem...

Bubaque, no Arquipélago dos Bijagós, terá um novo aeroporto para tráfego regional

O Governo da República da Guiné-Bissau e a ‘Royal...

Sevenair Academy vai treinar pilotos cadetes nórdicos nas suas instalações em Ponte de Sor

A Sevenair Academy, escola portuguesa de pilotos e técnicos...

Governo de Angola contrata empresa britânica para elaborar o Plano Diretor da nova ‘Aerotropolis de Luanda’

A empresa britânica ‘Foster + Partners’ foi contratada pelo...