Bem-vindo, !|Sair

Qatar Airways adquiriu 9,9% do capital do IAG (dono da British e da Iberia)

A Qatar Airways anunciou hoje que adquiriu uma participação de 9,99% no capital do ‘International Airlines Group’ (IAG), grupo proprietário da British Airways, Iberia e Vueling Airways.

A companhia do Qatar, um emirado do Golfo Pérsico, justifica o investimento como medida de aprofundar o seu compromisso com a aviação mundial e o seu relacionamento comercial com outras companhias aéreas, como, aliás, já vinha acontecendo nos últimos tempos, no âmbito da aliança Oneworld, com acordos de code share com as companhias das quais a Qatar Airways passa a deter agora quase 10% do seu controlo acionista.

Um comunicado de imprensa da companhia árabe reproduz declaração do presidente executivo da Qatar Airways, Akbar Al Baker, que destaca as mais-valias deste acordo, numa perspectiva de desenvolvimento futuro e de abrangência de novos mercados. Embora, de momento, não haja a intenção de ultrapassar os 9,9% por cento, a Qatar admite que num futuro próximo possa considerar novas aquisições e incrementar a sua participação no capital da IAG, se bem que limitada às exigências da União Europeia que não permite que uma companhia aérea europeia tenham participação accionista maioritária de fora do continente.

Em Londres, também o presidente executivo da IAG, Willie Walsh, manifestou satisfação pela conclusão do negócio e relevou o grande prestígio mundial da Qatar Airways, o que muito irá contribuir para que o IAG alcance o seu objectivo de tornar-se no maior grupo mundial de companhias aéreas comerciais.

A Qatar Airways, que nas últimas semanas esteve em destaque na imprensa mundial, quando recebeu o primeiro Airbus A350-900, actualmente o mais moderno avião de longo curso ao serviço das linhas comerciais, tem uma frota constituída por cerca de 150 aviões, a maioria de dois corredores, e voa para 143 destinos e para 185 aeroportos. Realiza diariamente uma média de 450 voos.

O Grupo IAG foi constituído em Janeiro de 2011 pelas companhias British Airways, Iberia e Vueling. Trabalham individualmente nos seus mercados tradicionais, mas com um política de grupo que valoriza activos e diminui custos. Tem um total de 465 aviões que voam para 243 destinos em todo o mundo. Em 2014 transportaram mais de 77 milhões de passageiros.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica