Qatar Airways retoma voos para a Nigéria em Boeing 787 Dreamliner

A Qatar Airways vai operar três voos semanais para a cidade de Abuja (nossa imagem), capital da Nigéria, a partir de 27 de novembro próximo. Abuja torna-se, assim, o sexto novo destino anunciado pela transportadora nacional do Estado do Qatar desde o início da pandemia. Esta rota, cujos voos terão uma escala na cidade de Lagos, a mais importante do país em termos de negócios e populacionais, será operada com aviões Boeing 787 Dreamliner.

Com voos para mais de 85 destinos na Ásia-Pacífico, Europa, Médio Oriente e América do Norte, os passageiros que desejem viajar de ou para a Nigéria, podem agora usufruir de uma conectividade sem interrupções através do ‘Melhor Aeroporto do Médio Oriente’, o Aeroporto Internacional Hamad, na cidade de Doha, no Qatar. Em meados de dezembro, a Qatar Airways irá estar a operar mais de 65 voos semanais para 20 destinos em África, incluindo Acra, Addis Abeba, Cidade do Cabo, Casablanca, Dar es Salaam, Djibouti, Durban, Entebbe, Joanesburgo, Kigali, Kilimanjaro, Lagos, Luanda, Maputo, Mogadíscio, Nairobi, Seychelles, Tunis e Zanzibar.

Em consonância com a expansão das operações da companhia no continente africano, os passageiros podem desfrutar da tão reconhecida hospitalidade africana a bordo, com a tripulação de cabina multicultural, que inclui mais de 30 nacionalidades africanas. Além disso, podem também desfrutar de uma variedade de filmes africanos, programas de televisão e música no Oryx One, o sistema de entretenimento em voo da Qatar Airways.

O investimento estratégico da Qatar Airways numa variedade de aviões bimotores eficientes em termos de combustível, incluindo a maior frota de aviões Airbus A350, permitiu à companhia aérea continuar a voar durante esta crise e posicionar-se na liderança da recuperação sustentável das viagens internacionais. A Qatar Airways recebeu recentemente três novos aviões Airbus A350-1000 de última geração, aumentando a sua frota total de A350 para 52 aviões, com uma idade média de apenas 2,6 anos.

Devido ao impacto da pandemia de covid-19 na procura de viagens, a transportadora imobilizou a sua frota de aviões Airbus A380, uma vez que não é ambientalmente justificável operar um avião tão grande no mercado atual. A Qatar Airways também lançou recentemente um novo programa que permite aos passageiros compensar voluntariamente as emissões de carbono associadas à sua viagem no ponto de reserva.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica