Bem-vindo, !|Sair

Queda de ATR42-500 da PIA – Morreram os 47 ocupantes

Um turboélice ATR42-500 da companhia paquistanesa PIA (Pakistan International Airlines, que fazia o voo PK661, entre o Aeroporto de Chitral e de Islamabad, capital do Paquistão, caiu na tarde desta quarta-feira, dia 7 de dezembro, pelas 16h42 locais (11h42 UTC). A bordo seguiam 42 passageiros e mais cinco tripulantes.

As equipas de resgate que chegaram ao local do desastre poucas horas depois indicaram que os corpos estão carbonizados e irreconhecíveis. Os destroços do avião estavam dispersos e carbonizados na encosta de uma montanha.

A tripulação do avião reportou uma avaria no motor esquerdo da aeronave, tendo em seguida desaparecido dos radares. Caiu nas montanhas vizinhas da cidade de Havelin. Testemunhas oculares afirmam que o aparelho caiu já com fogo a bordo, tendo embatido numa montanha onde ardeu totalmente.

O presidente da PIA, Muhammad Azam Saigol, em comunicado confirmou a ocorrência do triste acontecimento que, disse, aconteceu a cerca de 40 quilómetros do destino final, na capital do Paquistão.

 

A PIA é um companhia com um trágico historial de acidentes, estando neste momento na lista negra da União Europeia (UE), não podendo voar para os aeroportos europeus e/ou sobrevoar espaço aéreo controlado pela UE.

 

A lista dos 42 passageiros inclui 31 homens, nove mulheres e duas crianças. Entre eles contavam-se quatro estrangeiros – dois austríacos e dois chineses – e Jumaid Jamshed, um conhecido o sacerdote muçulmano paquistanês que foi um cantor de grande popularidade no país antes de se dedicar á religião, e que se encontrava acompanhado pela esposa.

O avião sinistrado tinha feito o ‘check A’, operação de revisão e manutenção especializada que as aeronaves fazem em cada 500 horas de voo, em outubro passado.

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica