Reino Unido acusa Ryanair de violação das regras de indemnização aos passageiros

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A CAA (Civil Aviation Authority/Autoridade Nacional de Aviação Civil do Reino Unido) anunciou nesta sexta-feira, dia 18 de Setembro, que vai tomar medidas legais contra a companhia de baixo custo irlandesa Ryanair, por incumprimento das regras de indemnização aos passageiros em caso de atraso de voos, conforme estipula a legislação europeia e de acordo com a legislação britânica em vigor.

A autoridade de aviação do Reino Unido acusa a Ryanair de violação das regras de compensação aos passageiros em caso de atrasos de voo, face à imposição por parte da companhia irlandesa de impôr um limite de tempo de dois anos na reclamação de uma indemnização, quando a legislação britânica prevê um prazo de até seis anos para iniciar a reclamação.

“A lei é clara e a compensação deve ser paga quando um voo se atrasa mais de três horas por uma falha técnica de rotina”, disse Andrew Haines, responsável máximo da CAA, que acrescentou que “também é claro que os passageiros contam com até seis anos para iniciar um pedido de compensação. Esta decisão foi ratificada pela Justiça no ano passado. ”

A Autoridade de Aviação Civil Britânica realizou uma investigação durante seis meses sobre políticas de indemnização e compensação praticadas pelas 15 maiores companhias aéreas do Reino Unido, que representam 80% do tráfego de passageiros. Uma segunda fase do relatório da mesma investigação irá revelar no final deste ano mais detalhes sobre outras companhias aéreas.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

TACV regressa aos voos domésticos em Cabo Verde com ATR72-600 alugado à Air Senegal

A TACV – Transportes Aéreos de Cabo Verde, companhia...

São Tomé e Príncipe bate em 2023 recorde de entrada de turistas no País com portugueses a liderar

A República Democrática de São Tomé e Príncipe superou...

ANAC e APA já deram aval a obras de melhoria no Aeroporto Humberto Delgado/Lisboa

Francisco Pita, administrador executivo da ANA – Aeroportos de...

Sindicatos da Portway desconvocam greves após novo Acordo de Empresa

Os quatros sindicatos dos trabalhadores da empresa portuguesa de...