“Resultados históricos” da TAP são “fruto do esforço” dos trabalhadores, diz SNPVAC

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) é da opinião que os “resultados históricos” obtidos pela TAP em 2022 são “fruto do esforço” dos trabalhadores e “dão razão” à sua reivindicação do fim dos cortes salariais.

“Em relação à vigência do plano de restruturação e, consequentemente, dos Acordos Temporários de Emergência (ATE), há muito que o SNPVAC exige o seu fim. Dissemo-lo no passado, não por capricho ou irresponsabilidade. Sabíamos que, operacionalmente, a TAP estava com níveis de execução muito próximos do ano de 2019. Os ‘históricos’ resultados hoje [na terça-feira] apresentados dão-nos razão”, afirma o sindicato num comunicado enviado aos associados e à imprensa nesta quarta-feira, dia 22 de março.

Salientando que “estes resultados são, acima de tudo, fruto do esforço dos trabalhadores do grupo TAP”, que, “com o seu esforço diário (no trabalho que desempenham) e mensal (com os cortes de vencimento que suportam) contribuem – e muito – para os resultados alcançados pela empresa”, o SNPVAC defende que “não podem continuar a ser os únicos sacrificados”.

“[Os trabalhadores] Não podem continuar a ser prejudicados nas suas vidas profissionais e familiares, quando a TAP apresenta uma saúde económico-financeira e operacional com esta dimensão. Ou será que querem ir além do plano de restruturação?”, questiona.

Enfatizando que os resultados anunciados pela TAP “antecipam, em mais de dois anos, o que seria expectável alcançar em 2025”, o SNPVAC reclama que “a gestão e o acionista devem concluir o plano de restruturação e acabar com um ATE que já não faz qualquer sentido”.

Neste sentido, o sindicato avança que vai “solicitar uma audiência, com caráter de urgência”, aos ministérios das Finanças e das Infraestruturas, “para exigir o fim dos cortes, o fim do congelamento da evolução e carreira profissional e o fim dos Acordos Temporários de Emergência”.

A TAP anunciou na terça-feira, dia 21 de março, que obteve um lucro de 65,6 milhões de euros em 2022, regressando aos resultados positivos após prejuízos de 1.600 milhões em 2021 e antes do previsto no plano de reestruturação (LINK notícia relacionada).

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Presidente da TAP diz que estão reunidas as condições para que o orçamento deste ano seja cumprido

O presidente executivo da TAP, Luís Rodrigues, considera que...

Aluguer de Airbus A330 em 2016 motivou buscas da PJ às instalações da sede da SATA

O aluguer do avião Airbus A330 para integrar a...

Ryanair lança promoção relâmpago durante 48 horas

Viagens para os meses de junho e julho disponíveis...

Instalações da sede do Grupo SATA nos Açores alvo de buscas por parte da Polícia Judiciária

Inspetores da Polícia Judiciária (PJ) estiveram na manhã de...