Ryanair admite 300 pilotos e outros profissionais nas bases portuguesas

A Ryanair Holdings, maior grupo de aviação comercial europeu, no segmento de baixo custo, anunciou nesta terça-feira, dia 10 de agosto, o recrutamento de profissionais para novos empregos criados nas bases portuguesas, que além dos tripulantes de cabina – já noticiado anteriormente – inclui agora pilotos e técnicos para serviços relacionados com as tecnologias de informação (TI). Um total de mais 300 admissões, apenas em Portugal, segundo um comunicado distribuído pelo grupo liderado por Michael O’Leary.

Esta campanha surge no seguimento do anúncio da Ryanair na semana passada (dia 5 de agosto) de um investimento de 300 milhões de dólares no Aeroporto de Lisboa, onde irá basear mais três aeronaves a partir de novembro – agora sete no total – como parte de sua programação de Inverno 2021-2022 (LINK notícia relacionada).

As ofertas de trabalho para pilotos e tripulantes de cabina estão disponíveis nas bases da Ryanair em Lisboa, Porto, Faro/Algarve e Ponta Delgada (Açores).

A Ryanair possui atualmente um hub de tecnologias de informação (Ryanair LABS Lisboa) , que opera virtualmente, permitindo aos seus colaboradores (profissionais TI qualificados) trabalhar 100% a partir de casa. Este escritório virtual será expandido nos próximos anos, pelo que a Ryanair convida os interessados a se candidatarem a estas posições.

“Os investimentos crescentes da Ryanair em Portugal apoiarão a recuperação da economia portuguesa e da indústria do turismo, onde a Ryanair investiu mais de dois mil milhões e apoia 10.000 empregos indiretos, criando empregos locais e contribuindo com mais de 138 milhões de euros em impostos e taxas do governo anualmente”, refere um comunicado distribuído nesta terça-feira pelo Grupo Ryanair.

Os interessados nestas oportunidades de emprego podem visitar a página https://careers.ryanair.com/

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica