Ryanair e ENI juntas no objetivo comum de impulsionar uma aviação mais sustentável

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Ryanair Holdings, grupo de companhias aéreas europeias de baixo custo, e a Enilive, uma empresa controlada diretamente pela petrolífera italiana ENI, que detém 100% do seu capital, anunciaram nesta segunda-feira, dia 22 de janeiro, que assinaram uma Carta de Intenções para o fornecimento de longo prazo de combustível de aviação sustentável (SAF) da Enilive em aeroportos selecionados da Ryanair na Itália, avançando ainda mais na estratégia de descarbonização da companhia aérea, denominada ‘Pathway to Net Zero by 2050’.

Este acordo com a Enilive permitiria à Ryanair ter acesso a até 100.000 toneladas de SAF entre 2025 e 2030 (equivalente a 20.000 voos do Aeroporto de Milão Malpensa para Dublin).

O SAF é uma solução concreta para contribuir para a descarbonização da aviação nas próximas décadas, embora atualmente represente apenas uma pequena fração do consumo atual de combustível em todo o mundo. Nas suas biorrefinarias na Itália, a Enilive processa principalmente matérias-primas residuais, como óleo de cozinha usado, gorduras animais e resíduos da indústria agroalimentar, para produzir o ‘Eni Biojet’, um SAF que contém 100% de componente biogénico e é adequado para ser misturado com combustível de aviação convencional em até 50%.

Thomas Fowler, Diretor de Sustentabilidade da Ryanair, considera que “o aumento da produção de SAF é um desafio-chave que a indústria enfrentará nos próximos anos. A parceria com um líder da indústria como a ENI ajudará a Ryanair a alcançar nosso ambicioso objetivo de usar 12,5% de SAF até 2030 e atingir emissões líquidas zero até 2050. A ENI é um fornecedor-chave em nosso maior mercado, a Itália, e o sucesso deles na produção de SAF desempenhará um papel significativo à medida que nosso grupo cresce para transportar 300 milhões de passageiros por ano até 2034.”

Citado no mesmo comunicado de imprensa distribuído pela Ryanair, Stefano Ballista, CEO da Enilive, acrescenta: “Estamos felizes em lançar um acordo com um player tão relevante como a Ryanair logo após as regulamentações ‘ReFuelEU’ da União Europeia que visam aumentar a adoção de SAF até 2050. A Enilive planeia impulsionar a sua capacidade de biorrefinaria para mais de 5 milhões de toneladas/ano até 2030 e está focada em desenvolver novos projetos para expandir sua capacidade de biorrefinaria: os biocombustíveis podem desempenhar um papel relevante na descarbonização da mobilidade, incluindo seus setores difíceis de serem abordados, como a aviação. As plantas e as tecnologias que desenvolvemos ao longo da última década permitem à Enilive produzir as quantidades necessárias de SAF para atender às necessidades de empresas como a Ryanair e aos requisitos das regulamentações da UE.”

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Ryanair anuncia rota sazonal entre Cracóvia (Polónia) e o Algarve, a partir do dia 1 de abril

A Ryanair anunciou o reforço das suas operações nos...

TAP apresenta novo stand na BTL, reforça rede de longo curso e renova parcerias

 A TAP Air Portugal estreou este ano um novo...

TAP reforça operação para Brasil e América do Norte – Total de 193 voos semanais

A TAP Air Portugal anunciou nesta quinta-feira, dia 29...

Lucro líquido do grupo Air France-KLM atinge 934 milhões de euros em 2023

O grupo Air France-KLM anunciou nesta quinta-feira, dia 29...