Bem-vindo, !|Sair

Ryanair reconhece sindicatos para evitar greves no período de Natal

Faz parte da maior comunidade de aviação em português


 

A Ryanair anunciou nesta sexta-feira, dia 15 de dezembro, que escreveu para os sindicatos de pilotos na Irlanda, no Reino Unido, na Alemanha, na Itália, na Espanha e em Portugal, convidando cada um deles para conversações, tendo em vista reconhecer esses sindicatos como os órgãos representativo dos pilotos da Ryanair em cada um desses países, desde que estabeleçam seções de pilotos da Ryanair para lidar com problemas da companhia, já que a Ryanair não se envolverá com pilotos que voam para companhias aéreas concorrentes na Irlanda ou em outros lugares.

O comunicado da companhia irlandesa de baixo custo explica que a Ryanair está disposta a mudar “a sua política de longa data de não reconhecer os sindicatos para evitar qualquer ameaça de interrupção dos seus voos através dos sindicatos de pilotos durante a semana de Natal”. A Ryanair pede agora aos sindicatos que anulem a convocação de greve marcada para o próximo dia 20 de dezembro, para que os seus clientes possam aguardar tranquilos e viajar para casa no Natal “sem a ameaça ou a preocupação de ataques de pilotos sobre eles” (LINK notícia relacionada).

Declarações do diretor executivo da companhia irlandesa, Michael O’Leary, referidas no comunicado da Ryanair, destacam a importância dos voos nos períodos de Natal e da Passagem do Ano para os clientes da companhia e a necessidade de proteger as legítimas expectativas de quem já reservou viagem.

“Se a melhor maneira de conseguir isso é conversar com os nossos pilotos através de um processo sindical reconhecido, estamos preparados para fazê-lo, e hoje escrevemos a esses sindicatos convidando-os para conversas para reconhecê-los e convocá-los para cancelar a ameaça de greve prevista para a semana de Natal”, considera o polémico Michael O´Leary.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica