Ryanair retoma 110 rotas de e para Portugal a partir de 21 de junho

A Ryanair, maior companhia de baixo custo a operar em Portugal, já definiu a retoma de 110 rotas de e para aeroportos portugueses a partir de 21 de junho, 49 das quais no Aeroporto do Porto, 31 em Faro, 26 em Lisboa e quatro no arquipélago dos Açores.

 

Aeroporto do Porto

O plano de reativação de voos de e para o Porto prevê o início de 13 rotas entre os dias 21 e 23 de junho, a que se seguem outras 32 entre os dias 1 e 5 de julho e mais quatro entre 1 e 6 de agosto.

As rotas que recomeçam a 21 de junho são Berlim/Schoenefeld, Colónia, Eindhoven, Paris/Beauvais e Valência.

Seguem-se, nos dias seguintes, Barcelona, Bruxelas, Frankfurt, Madrid, Bruxelas/South Charleroi, Budapeste, Marselha e Milão/Bergamo.

Para 1 de julho está programada a retoma de voos para Alicante, Birmingham, Clermont-Ferrand, La Rochelle, Londres/Stansted, Nuremberga e Paris/Vatry.

Para o dia 2 de julho está programada a retoma de voos para Dole, Dortmund, Dusseldorf/Weeze e Luxemburgo e para o dia 3 estão Bremen, Cagliari, Copenhaga, Karlsruhe/Baden-Baden, Cracóvia, Liverpool, Malta, Manchester, Marraquexe e Roma/Ciampino.

Os últimos recomeços em julho são voos para Brest, Edimburgo, Hamburgo, Lille, Memmingen, Milão/Malpensa, Palma Maiorca, Terceira, Tours e Varsóvia/Modlin, no dia 4 e Tenerife Sul, no dia seguinte.

Ainda para o Porto, a Ryanair tem programado retomar voos a 1 de agosto para Bordéus e para Málaga, no dia 3 para Grenoble e no dia 6 para Sevilha

 

Aeroporto de Faro

A retoma de voos de e para Faro/Algarve também começa a 21 de Junho, com voos para Manchester, seguindo-se Porto, a 22, e Dublin e Londres/Stansted, a 23.

A partir de 1 de Julho a low cost irlandesa tem programado retomar voos entre Faro e Berlin/Tegel, Birmingham, Bournemouth, East Midlands, Edimburgo, Eindhoven, Frankfurt, Liverpool, Londres Luton, Marselha e Memmingen.

Ainda para os primeiros dias de julho está programada a retoma de voos para Bristol, Cork, Londres/Southend, Paris/Beauvais e Varsóvia/Modlin, no dia 2, Cardiff, Leeds/Bradford, Newcastle e Shannon no dia 3, e Berlim/Schoenefeld, Bordéus, Glasgow/Prestwick, Kerry, Knock, Milão/Bergamo e Newquay Cornwall no dia 4.

 

Aeroporto de Lisboa

Para o Aeroporto de Lisboa, onde sempre manteve voos para Londres/Stansted durante o período do Estado de Emergência, o plano da Ryanair acrescenta, a partir de 21 de junho, voos para Marselha, Ponta Delgada/São Miguel e Roma/Ciampino, a que se seguem Milão/Bergamo, no dia seguinte, e Berlim/Schoenefeld, Bruxelas/South Charleroi e Manchester, no dia 23.

Já para o primeiro dia de julho a Ryanair tem programado retomar voos de Lisboa para Bruxelas, Dublin e Terceira, a que se seguem Budapeste, Cracóvia, Paris/Beauvais e Varsóvia/Modlin e Nápoles, no dia 3; Bolonha, Clermont-Ferrand e Edimburgo, no dia 4; e Luxemburgo e Toulouse, no dia 5.

Para os primeiros dias de agosto serão retomados os voos para Lourdes e Valência, no dia 1, Memmingen no dia 2, Bordéus no dia 3 e Pisa no dia 4.

 

Aeroportos dos Açores

Para a Região Autónoma dos Açores, a Ryanair indica que a partir de 21 de junho tem voos do aeroporto de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, começando pelo Porto, a que acrescenta a 4 de julho voos para Frankfurt/Hahn, uma vez por semana, e Londres/Stansted, duas vezes por semana.

A programação da Ryanair indica ainda a retoma de voos entre a ilha Terceira e Londres/Stansted uma vez por semana a partir de 1 de julho.

 

  • Notícia publicada pela agência de notícias de viagens e turismo PressTUR

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica