Ryanair retoma base e voos de Cork – Voo para Faro volta no Verão

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Ryanair anunciou nesta terça-feira, dia 28 de setembro, um investimento de 200 milhões de dólares no Aeroporto de Cork, na República da Irlanda, e uma recuperação total da sua capacidade pré-pandémica de passageiros com a reabertura da sua base com duas aeronaves. Este investimento levará de volta ao aeroporto irlandês duas dezenas de rotas para diversas cidades europeias e a introdução de novos serviços para Birmingham e Edimburgo, duas cidades britânicas, que deixaram de estar ligadas a Cork desde o colapso da companhia regional Stobart Air.

O Aeroporto de Cork, no sul da Irlanda, está encerrado devido a importantes obras, no valor total de 40 milhões de euros, que abrangem uma remodelação total da sua infraestrutura de assistência e apoio às companhias aéreas e aos passageiros e melhoramentos na pista de aterragem principal. Melhoramentos para os quais a Ryanair afirma ter contribuído, para repor a sua oferta na República da Irlanda, país onde a maior companhia aérea de baixo custo da Europa nasceu. A reabertura está prevista para o próximo dia 22 de novembro.

A Ryanair destaca em comunicado a estreita colaboração com os responsáveis pelo aeroporto de Cork, cujo trabalho conjunto dos últimos meses permite alargar o esquema de recuperação do tráfego e regressar aos níveis pré-pandémicos. A Ryanair reagiu reabrindo a sua base e restaurando o seu tráfego em Cork na totalidade para o Verão de 2022, esperando que no final de outubro desse ano, estejam recuperados os números de movimentos e passageiros verificados antes da pandemia. “Esta é uma notícia fantástica para o Aeroporto de Cork e toda a região Sudoeste, uma vez que o restabelecimento da base com a permanência de dois aviões assegurará 60 postos de trabalho da Ryanair e proporcionará milhares de postos de trabalho turísticos na região de Cork”, afirma a companhia aérea em comunicado.

Com este anúncio, a Ryanair restabelece agora o tráfego a níveis pré-pandémicos para o Verão 2022 nos aeroportos irlandeses de Cork, Shannon, Knock, e Kerry. O Aeroporto de Dublin, na capital, continuará a ser prejudicado, diz a companhia, já que deverá ter uma redução de 35% no tráfego da Ryanair para o Verão 2022. Uma discordância com os programas de apoio às companhias aéreas que utilizam o aeroporto da capital da Irlanda, levam a Ryanair a recomendar um nova atitude do Governo de Dublin, para apoiar a DAA, empresa concessionária dos aeroportos, a fim de desonerar custos da operação aeroportuária.

Com a reposição da base de Cork o Aeroporto de Faro/Algarve, no sul de Portugal, recupera as ligações aéreas com a cidade irlandesa na próxima temporada de Verão de 2022.

 

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Mais passageiros transportados interilhas em Cabo Verde em março e abril deste ano

Os dois aviões fretados pela TACV, companhia aérea estatal...

Presidente da TAP defende que o Estado Português não deve privatizar totalmente a empresa

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, defendeu que o...