São Tomé e Príncipe ganha certificado de segurança aeroportuária

banner-newsavia-app-android-750x65


 

A Organização Internacional da Aviação Civil (ICAO na sigla em inglês) atribuiu pela primeira vez à República Democrática de São Tomé e Príncipe um certificado de segurança no sistema de segurança aeroportuária, noticiou a Agência de Notícias de São Tomé e Príncipe STP Press.

A certificação, que entra pela primeira vez na história da aviação civil são-tomense, é um esforço conjunto entre o Instituto de Aviação Civil, INAC, a Empresa Nacional de Segurança Aeroportuária, ENASA, e outras envolventes, em virtude de implementações das recomendações exigidas pela ICAO.

“Todos estamos de parabéns”, considerou o director do Aeroporto Internacional de São Tomé e Príncipe, Helder Paquete, tendo sublinhado que “é muito importante para aviação civil são-tomense”.

Eneias Santos, presidente de administração de INAC/São Tomé, assegurou que “hoje estamos realmente livre deste problema de insegurança”, explicado que “isto quer dizer que o aeroporto de São Tomé ao nível de ICAO é considerado seguro”.

O diretor do aeroporto que reconhece múltiplos dividendos para o país, na circunstância da obtenção deste certificado internacional, disse que em termos financeiros a manutenção do sistema é oneroso, “mas todo os possíveis fazemos para manter o nível de segurança desejada”.

O Aeroporto Internacional de São Tomé e Príncipe apresentava um sistema de segurança aeroportuário frágil, o que constituía uma preocupação para as autoridades nacionais e para a organização internacional, reconhece a STP Press.

O INAC assessora o Governo na definição de políticas para a aviação civil, colaborando na elaboração de diplomas legais e regulamentos, coordena, fiscaliza, controla, supervisiona e inspeciona todas as atividades relacionadas com a aviação civil em todo o espaço nacional e sob jurisdição de São Tomé e Príncipe.


“Como

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica