SATA Air Açores retomou os voos inter-ilhas no arquipélago

A SATA Air Açores retomou neste sábado, dia 30 de maio, a operação entre as ilhas da Região Autónoma dos Açores, depois de dois meses e uma semana de interrupção. Durante este período, os aviões da companhia apenas levantaram voo para o transporte de cargas ou em casos de força maior, transporte passageiros que por necessidades bem justificadas, nomeadamente de saúde, tivessem de se deslocar de uma ilha para outra.

O primeiro dia da retoma não teve grande movimento. No Aeroporto João Paulo II, na cidade de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, foram poucos os passageiros que decidiram aproveitar o reinício das viagens, destaca um despacho da agência de notícias ‘Lusa’.

O primeiro voo com destino a Santa Maria, a ilha vizinha do grupo oriental, saiu pelas 07h30. Apesar de o avião ter capacidade para 53 pessoas, foram apenas 12 os passageiros que viajaram.

Além dos poucos passageiros, o próprio aeroporto encontrava-se a funcionar a ‘meio-gás’. Com as lojas todas encerradas, apenas estavam abertos dois postos para o aluguer de viaturas, um centro de informações e uma tabacaria.

O segundo voo da manhã saiu às 9h25 e tinha como destino final a ilha do Corvo, fazendo escala nas ilhas do Faial e das Flores.

Pela falta de movimento no Aeroporto de Ponta Delgada, ninguém diria que o dia assinalava o regresso da operação do grupo SATA, mesmo que, para já, apenas entre as ilhas.

Voos regulares para Lisboa, Porto e para a ilha da Madeira a 15 de junho

A circulação de passageiros deverá aumentar a partir do dia 15 de junho, altura em que a Azores Airlines, que opera de e para fora do arquipélago, vai retomar as ligações aéreas entre Lisboa e Ponta Delgada e Lisboa e a ilha Terceira, bem como entre Ponta Delgada e a ilha da Madeira.

Posteriormente, a 22 de junho, recomeçam os voos de Lisboa e dos aeroportos da Horta e do Pico, e, por fim, a 1 de julho, serão retomadas as operações entre a cidade do Porto, no norte de Portugal, e Ponta Delgada, bem como as ligações internacionais para Boston (EUA), Toronto (Canadá), Praia (Cabo Verde) e Frankfurt (Alemanha).

Além das marcas no chão para alertar para a distância de segurança, a ANA Aeroportos avançou à Lusa ter implementado várias medidas de proteção nos aeroportos, como a utilização de máscaras, o “reforço de limpeza e desinfeção”, a “melhoria dos sistemas da renovação do ar” e a instalação de um “sistema de câmaras de medição de temperatura na área das chegadas” nos Aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Madeira e Ponta Delgada.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica