Bem-vindo, !|Sair

Situação complicada na Madeira – Mais de 100 voos cancelados e 15.000 pessoas afetadas

Mais de uma centena de voos já foram cancelados nos últimos quatro dias no Aeroporto Internacional da Madeira-Cristiano Ronaldo devido aos ventos fortes que desde a passada sexta-feira, dia 4 de agosto, assolam a zona leste da ilha da Madeira.

Nesta segunda-feira, dia 7 de agosto, registaram-se algumas abertas que permitiram a aterragem e descolagem de vários aviões, mas para o dia de semana mais movimentado do aeroporto insular, foi pouco para resolver os graves problemas criados às companhias aéreas e aos seus passageiros num fim-de-semana que foi o primeiro de agosto, normalmente de início de férias.

Estima-se que cerca de 15.000 pessoas estejam a ser afetadas pelas más condições meteorológicas sentidas na zona de Santa Cruz e de Machico, onde se situa o aeroporto que recebe semanalmente cerca de 400 voos de companhias comerciais, nacionais e estrangeiras, nomeadamente europeias que transportam turistas para a ilha.

Algumas companhias optaram por encaminhar os seus voos para a ilha do Porto Santo, a cerca de 40 quilómetros da Madeira, cujo aeroporto não sofre normalmente os efeitos de ventos tão fortes, fazendo depois a transferência dos seus passageiros para a ilha principal do arquipélago no navio-ferry ‘Lobo Marinho’ que assegura as ligações marítimas entre as duas ilhas habitadas desta região autónoma portuguesa. Mas isso também é limitado, já que estamos a falar da lotação de cinco aviões apenas.

Nesta segunda-feira, a TAP já conseguiu chegar à Madeira – o último voo tinha sido na noite de sábado – mas depois de viagens que não foram fáceis, pois os pilotos tiveram de aguardar durante muitos minutos ‘abertas’ que permitissem tentar a aterragem com sucesso. Isso mesmo aconteceu a outros pilotos, de outras companhias, alguns mal sucedidos, já que tiveram de divergir os seus aviões para a ilha do Porto Santo, para as Canárias e para Lisboa, Porto e Faro.

As previsões não são ainda as melhores, pois o Instituto do Mar e da Atmosfera diz que os ventos fortes manter-se-ão na zona do Aeroporto da Madeira, pelo menos, até final da tarde de terça-feira, dia 8 de agosto.

O Governo Regional da Madeira e a ANA Aeroportos de Portugal têm seguido com atenção a situação, procurando minimizar problemas e encontrar soluções, sobretudo ao nível do alojamento dos passageiros retidos no aeroporto da Madeira, dado que a capacidade hoteleira da ilha está, neste momento, com grande ocupação.

Eduardo Jesus, secretário regional da Economia, Turismo e Cultura solicitou às companhias aéreas para colocarem mais aviões na rota logo que o aeroporto esteja em condições operacionais ideais, para minimizar os prejuízos de todas as partes, nomeadamente para os passageiros e o destino turístico que, sem culpa nenhuma, estão a ser afetados por esta extenso período de instabilidade meteorológica na zona do Aeroporto da Madeira.

 

  • Imagem obtida na tarde desta segunda-feira, dia 7 de agosto, no Aeroporto Internacional da Madeira – Cristiano Ronaldo. Foto © Paulo Ricardo Faria.
  • LINK notícia relacionada

 
Faça parte da nossa comunidade - Descarrega já a app NewsAvia

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica