Bem-vindo, !|Sair

Sukhoi corta custos do Superjet

A Sukhoi Civil Aircraft desvendou o plano de redução de custos na produção do seu superjacto. O corte é de 2,6 milhões de dólares (cerca de 2,3 milhões de euros) por avião ao substituir fornecedores ocidentais por russos. A estratégia foi revelada no Salão de Aviação MAKS pelo presidente-executivo da United Aircraft, numa altura em que se assiste a uma desvalorização do rublo face ao dólar.
O Superjet é montado pela SCAC em Komsomolsk-on-Amur, mas está equipado com tecnologias europeias e americanas, desde bancos e lavatórios da B/E Aerospace, até sistemas eléctricos da UTC, aviónicos da Thales e hidráulicos da Parker Aerospace. Mas o custo destes equipamentos duplicou na exacta medida da queda do valor do rublo para metade em relação à moeda americana, volatilidade que fez com que o programa do Superjet fosse afectado.
O governo russo avançou no início deste ano e pagou uma dívida da SCAC de cerca de 1,8 mil milhões de euros o que permitiu reduzir o valor do empréstimo da empresa para 600 milhões de dólares (cerca de 538 milhões de euros). Ainda assim, à Sukhoi resta a mudança para fornecedores locais para assim poder pagar em rublos e estabilizar o programa do Superjet.
As empresas russas possuem uma longa experiência no fabrico de sistemas e electrónica para aeronaves militares mas são menos conhecidas por participarem em programas comerciais que necessitam de certificações de aeronavegabilidade da US Federal Aviation Administration e da European Aviation Safety Agency, requisitos fundamentais para comercializar as aeronaves fora do país.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica