TAAG autorizada a realizar seis voos entre Luanda e Cabinda

A TAAG – Linhas Aéreas de Angola vai realizar, neste fim-de-semana, seis voos extraordinários entre Luanda e Cabinda, enclave no norte do País, que transportarão mais de meio milhar de passageiros, anunciou nesta sexta-feira, dia 10 de abril, a agência de notícias ‘Angop’ que cita fontes da companhia aérea.

São viagens especiais, autorizadas de forma excepcional, seguindo as disposições do Decreto Presidencial sobre a prorrogação do Estado de Emergência Nacional (começa a vigorar às 00h00 deste sábado), com vista a facilitar o regresso de cidadãos “retidos” em Luanda desde o mês de março.

A TAAG vai operar com duas aeronaves Boeing 737-700, realizando os voos neste sábado, dia 11 de abril, com partidas de Luanda às 10h00 (primeiro), 12h00 (segundo) e 14h00 (terceiro), com prosseguimento no domingo, nos mesmos horários.

Estes voos permitirão o transporte de cidadãos que vivem em Cabinda e de passageiros com bilhetes que ficaram na capital do país e mesmo em Cabinda, por força do estado de emergência declarado  no dia 25 de março e em vigor desde o dia 27, e que limitou a circulação de pessoas e de aviões.

“Vamos realizar três voos por dia, levando passageiros de Luanda para Cabinda e vice-versa, dando o privilégio a perto de mil cidadãos de cumprirem esse novo período de isolamento social com a família e na sua terra natal”, explicou Carlos Vicente, porta-voz da TAAG em declarações à ‘Angop’.

No passado dia 21 de março a TAAG resgatara cerca de 500 angolanos de Portugal, depois de terem estado retidos em Lisboa e no Porto, por causa do encerramento, pelas autoridades, de todas as fronteiras de Angola, para impedir a importação de pessoas que pudessem ser portadoras do novo coronavírus.

Entretanto, a companhia aérea angolana tem feito diversos voos entre Angola e Portugal para transporte de equipamentos e suprimentos hospitalares e farmacêuticos para combater a pandemia, além de outra mercadoria considerada de primeira necessidade que a suspensão dos voos entre os dois países não tem permitido escoar. Têm sido utilizados aviões Boeing 777-300ER de passageiros, que voam somente com as tripulações.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica