Bem-vindo, !|Sair

TACV quer despedir um terço dos trabalhadores da companhia

A TACV – Transportes Aéreos de Cabo Verde vai despedir um quarto dos trabalhadores a fim de reduzir o endividamento e tornar a empresa mais atrativa para possíveis investidores, afirmou na segunda-feira, dia 8 de março, o presidente executivo da TACV.

João Pereira Silva disse à agência financeira ‘Reuters’ que o plano de reestruturação a ser executado passa pela eliminação de 120 postos de trabalho de um total de 510, uma medida que se destina a “reduzir o tamanho da equipa para tornar a empresa mais rentável.”

Em Fevereiro passado, a TACV viu um dos aparelhos da sua frota, o Boeing 737 ser arrestado na Holanda, depois de a AerCap, uma empresa de locação de aviões, ter apresentado uma queixa para reaver uma dívida de 2,45 milhões de dólares.

Entretanto, segundo publica o jornal ‘A Semana’ na sua edição online, o primeiro-ministro da República de Cabo Verde, José Maria Neves, garantiu esta segunda-feira que o Governo está em negociações para resolver “definitivamente” o problema de arresto do Boeing. Quanto ao futuro da empresa afiança que em Abril o novo Governo já terá todas as informações para decidir o rumo da companhia de bandeira.

Quanto ao futuro da companhia aérea de bandeira, José Maria Neves afiançou que há duas empresas internacionais a trabalhar com a TACV: Uma a fazer a avaliação da empresa e outra para propor um programa de reestruturação. Assegura, entretanto, que até finais de Abril estes dossiês já estarão fechados pelo que o novo Governo, saído das eleições de 20 de Março, terá informações para decidir “definitivamente” sobre o futuro da empresa.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica