TAP aguarda luz verde da AdC sobre aumento de participação do Estado

A Autoridade da Concorrência recebeu na quinta-feira a notificação do reforço do Estado Português no Grupo TAP SGPS com a compra de 22,5% do capital da empresa, somando aos 50% já detidos pela ‘Parpública’, segundo um anúncio publicado nesta quarta-feira, dia 12 de agosto, na imprensa.

Segundo a notificação à Concorrência, de 6 de agosto, e agora publicada em dois jornais nacionais, a operação de concentração está agora a ser objeto de observações de interessados que as podem remeter à Autoridade da Concorrência (AdC), no prazo de 10 dias úteis contados da publicação do aviso.

Os acionistas da companhia aérea brasileira Azul, liderada por David Neeleman, aprovaram na segunda-feira em assembleia-geral (AG) o acordo de saída da TAP, incluindo a eliminação de direitos de converter em ações das obrigações relativas ao empréstimo da Azul à TAP, realizado em 2016, de 90 milhões de euros, e a alienação da posição da Global AzurAir Projects na TAP pelo “valor total de, pelo menos”, 10,5 milhões de euros (LINK notícia relacionada).

Em 2 de julho, o Governo anunciou que tinha chegado a acordo com os acionistas privados da TAP, para deter 72,5% do capital da companhia aérea portuguesa, por 55 milhões de euros.

O dono da transportadora aérea Azul, David Neeleman, saiu assim da estrutura acionista da TAP, e do consórcio Atlantic Gateway, que passou a ser integrado apenas pelo português Humberto Pedrosa, dono do grupo Barraqueiro. Mas a participação social de 72,5% do Estado na TAP aguarda agora luz verde da AdC.

 

‘Boston Consulting’ vai elaborar plano de reestruturação da TAP Air Portugal

Entretanto, foi revelado na terça-feira, dia 11 de agosto, que a ‘Boston Consulting’, foi a consultora selecionada para a elaboração do plano de reestruturação e para apoiar a TAP até à sua aprovação nas instâncias comunitárias. A notícia foi avançada pelo presidente do Conselho de Administração da empresa portuguesa, Miguel Frasquilho, numa mensagem aos trabalhadores, na qual adiantou que a consultora norte-americana iniciará os trabalhos na próxima segunda-feira, dia 17 de agosto.

No seguimento da aprovação pela Comissão Europeia de um auxílio estatal à TAP, o grupo aéreo procedeu a uma consulta no mercado para selecionar uma entidade que preste serviços de consultoria, no sentido de auxiliar na elaboração de um plano de reestruturação, a apresentar à Comissão Europeia.

“Queremos que este plano de reestruturação que se irá iniciar seja e se transforme num verdadeiro Plano de Recuperação da TAP”, refere, no mesmo documento, o presidente do Conselho de Administração do grupo TAP.

“Os tempos que estamos a enfrentar, e que aí vêm, não são, nem serão, fáceis. Mas, trabalhando todos em conjunto e unidos, ultrapassaremos estas dificuldades e asseguraremos o futuro sustentável da nossa TAP”, acrescenta Miguel Frasquilho.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica