TAP Air Portugal homenageia Nuno Álvares Pereira

A TAP Air Portugal batizou o seu novo Airbus A330-900neo, matrícula CS-TUM, com o nome de Nuno Álvares Pereira um herói da História de Portugal, também conhecido pelo ‘Santo Condestável’, que viveu no século XIV.

Figura incontornável da nacionalidade, da arte militar, da religião e até mesmo da cultura popular, D. Nuno Álvares Pereira é agora imortalizado na frota da companhia aérea portuguesa, no dia em que se assinala a festa litúrgica do Santo Condestável. A TAP junta assim mais este nome dos maiores da História de Portugal já inscritos na frota da empresa aérea, com destaque para D. Afonso Henriques, D. Dinis, D. Maria II ou o Marquês de Pombal.

 

Um pouco da História do Santo Condestável

Ainda que a sua data e local de nascimento sejam incertos (1360?, Paço do Bonjardim ou Flor da Rosa), o brilhante percurso de Álvares Pereira enquanto génio militar e garante da nacionalidade portuguesa foi amplamente registado por Fernão Lopes, presumivelmente em 1450, na ‘Crónica de El-Rei D. João I’. Durante a crise de 1383, causada pelo morte sem descendentes diretos de D. Fernando I, D. Nuno Álvares Pereira assume o comando do exército português e causa duras derrotas aos espanhóis nas Batalhas dos Atoleiros e de Aljubarrota, assegurando a independência do País e a coroa para D. João I. Enquanto estratega, o Condestável comandou forças em número substancialmente inferior ao inimigo, vencendo todas as batalhas e inspirando os seus homens com inúmeras virtudes.

Abandonando a vida militar no momento em que seria um dos homens mais ricos e poderosos do País, ingressa na Ordem do Carmo, em 1423, oferece os seus bens e, adotando o nome de Nuno de Santa Maria, passa a distribuir esmolas e refeições aos mais necessitados de Lisboa. É nesta altura que o povo começa a chamá-lo de Santo Condestável. A sua canonização pela Igreja Católica, em 2009, viria a acontecer quase 600 anos após a sua morte, em 1431.

 

Nuno Álvares Pereira está imortalizado em várias formas de arte, tais como a sua escultura no Arco da Rua Augusta, em Lisboa, a sua estátua equestre junto ao Mosteiro da Batalha e, ainda, a sua presença na literatura. Luís de Camões, na sua epopeia ‘Os Lusíadas’, refere-o 14 vezes, designando-o como “o forte Nuno”.

Agora, nas rotas de longo curso, a bordo do A330-900neo CS-TUM, a TAP leva ainda mais longe o nome de uma das mais ilustres personalidades da História de Portugal.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica