TAP diz que não houve explosão – Passageiros já retomaram viagem para São Paulo

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A TAP distribuiu um comunicado esta tarde em Lisboa, no qual desmente que tenha havido qualquer explosão no reactor do Airbus A330-200 avariado na manhã de hoje, sábado, dia 12 de Julho, quando o avião se dirigia para São Paulo, e momentos após a descolagem do aeroporto da capital portuguesa. A companhia anunciou também que os passageiros estavam a ser encaminhados para um outro voo da TAP que, entretanto, já partiu de Lisboa com destino ao Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. O novo voo, TP085A, descolou do Aeroporto Internacional de Lisboa pelas 18h15 locais. O avião é um Airbus A330-200, matrícula CS-TOH.

Publicamos em seguida o comunicado distribuído esta tarde pelo Serviço de Comunicação e Relações Públicas da companhia:

 

«A TAP informa que o voo TP 085, que operava esta manhã de Lisboa para São Paulo, tendo saído de Lisboa pelas 10h10, teve de regressar ao aeroporto de Lisboa pouco tempo após a descolagem, em virtude de ter ocorrido uma falha numa turbina de um dos reactores do avião. A aterragem em Lisboa decorreu com toda a segurança.

Neste momento, está previsto que os 268 passageiros sigam viagem rumo a São Paulo noutro avião da companhia, com partida cerca das 17h15.

O reactor em causa faz parte de um conjunto cuja manutenção está a cargo do fabricante, a General Electric, não tendo até ao momento da descolagem de hoje sido detectado qualquer sinal que justificasse uma intervenção para além das inspecções de rotina.

Estão já a decorrer investigações por parte do fabricante, acompanhadas pela Manutenção & Engenharia da TAP, com o objectivo de determinar as causas da ocorrência.

A avaria referida provocou um ruído fora do normal, embora não tenha havido qualquer explosão, e a segurança da operação não tenha sido colocada em risco.

Quanto ao problema ocorrido com a turbina, e embora a falha do motor tenha sido contida, não provocando quaisquer danos no avião, verificou-se a projecção de alguns detritos pela tubeira de escape. Quaisquer danos daí resultantes serão assumidos pela TAP.»

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

OGMA inaugura nova linha de manutenção de motores GTF da Pratt & Whitney em Alverca

A OGMA – Indústria Aeronáutica Nacional, S.A. inaugura na...

KC-390 da FAP ganha prémio mais importante em festival internacional no Reino Unido

Um avião KC-390 Força Aérea Portuguesa (FAP) foi distinguido...

Pilotos da TACV marcam greve de uma semana partir de 24 de julho

Os pilotos da TACV – Transportes Aéreos de Cabo...