Timor-Leste analisa recomeço dos voos internacionais para o País

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Taur Matan Ruak, primeiro-ministro da República Democrática de Timor-Leste, deu instruções ao ministro dos Transportes e Comunicações (MTC), José Agustinho, para analisar a possibilidade de retomar os voos comerciais em Timor-Leste.

O ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidélis Leite Magalhães, disse que o Ministério dos Transportes e Comunicações ainda está a discutir a decisão sobre a possibilidade de reativar a conetividade aérea no país antes de informar o público.

“Por enquanto, ainda não chegámos a esta decisão. Sobre as viagens internacionais, as pessoas vindas do estrangeiro para o nosso país têm de ter a vacinação completa. É um requisito antes de entrar em Timor-Leste, bem como apresentar o resultado negativo do teste à covid-19”, referiu.

Já o Ministro José Agustinho disse que a instituição vai analisar o reinício dos voos comerciais para assegurar a ligação entre Díli e Kuala Lumpur, na Malásia, Indonésia e Darwin, na Austrália.

“O Primeiro-Ministro já me alertou para analisar o assunto no futuro. Caso haja condições, podemos garantir a conetividade aérea”, afirmou o governante, num comunicado do Governo a que a agência de notícias de Timor-Leste (Tatoli) teve acesso na passada semana.

José Agustinho salientou também que vai realizar um encontro com os técnicos da Aviação Civil relativo ao assunto, porque recebeu algumas propostas de vários diplomatas bem como do Governo para reativar os voos comerciais.

Recorde-se que a Autoridade da Navegação Aérea de Timor-Leste (ANATL) decidiu suspender, provisoriamente, a 4 de abril, os voos comerciais internacionais, com o intuito de evitar a propagação da covid-19.

Timor-Leste tinha ligações com outros países e havia voos comerciais internacionais da Sriwijaya Arlines, Citilink Airlines e Druk Air até ao momento da suspensão da ANATL.

O país implementou, desde março de 2020, o estado de emergência. Timor-Leste está atualmente no 14.º estado de emergência por um período de 30 dias, que continua a suspender parcialmente o direito à circulação internacional, à liberdade de circulação e à fixação na residência, à reunião e manifestação, à liberdade de culto, à educação e à propriedade, bem como à resistência e iniciativa de economia privada.

 

A companhia portuguesa Euro Atlantic Airways tem realizado alguns voos de Lisboa para Díli, considerados especiais e para repatriamento de cidadãos, autorizados pelos governos dos dois países, que têm acudido às necessidades essenciais de portugueses cooperantes em Timor-Leste, bem como de estudantes e bolseiros que estão em Portugal.

O próximo voo está marcado para o próximo dia 19 de julho (saída de Lisboa).

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Azores Airlines inicia novas rotas nacionais e internacionais no próximo mês de junho

A companhia aérea portuguesa Azores Airlines estreia, a partir...

Aumento para 45 movimentos/hora no atual Aeroporto de Lisboa requer estudo, esclarece o Governo

O aumento de capacidade do Aeroporto Humberto Delgado, em...