Tiroteios em Bissau atrasam partida do voo da Euro Atlantic de Lisboa para a capital guineense

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O voo regular da Euro Atlantic Airways entre Lisboa e a capital da República da Guiné-Bissau, previsto para a manhã desta sexta-feira, dia 1 de dezembro, sofreu um atraso, devido à ocorrência de tiroteios na cidade de Bissau, durante a madrugada. O avião Boeing 767-300ER, matricula CS-TST, designado para o voo YU351, deveria partir do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, pelas 09h15, mas só saiu pelas 10h01, tendo aterrado em Bissau pelas14h17 locais. No voo de regresso (YU352) o avião descolou da caiptal guineense pelas 17h19, tendo chegado a Lisboa pelas 21h11 locais.

Segundo conseguiu apurar o ‘Newsavia’ os tiroteios resultam da situação político-militar vivida desde a quinta-feira, dia 30 de novembro, após o Ministério Público ter decretado a prisão preventiva do ministro das Finanças, Sulemaine Seide, e do secretário de Estado do Tesouro, António Monteiro.

Durante a madrugada desta sexta-feira, dia 1, ouviram-se tiros de armas de guerra em Bissau, cujas origens se desconhecem oficialmente, mas que, segundo a agência de notícias portuguesa ‘Lusa’ resultam das tensões criadas pela prisão preventiva dos dois governantes.

Relata a ‘Lusa’ que “os dois membros do Governo foram levados para a sede da Polícia Judiciária, de onde terão sido retirados das celas por elementos da Guarda Nacional”, segundo indicaram várias testemunhas.

O ministro da Economia e Finanças da Guiné-Bissau, Suleimane Seidi, e o secretário de Estado do Tesouro, António Monteiro, foram detidos no âmbito de um processo relacionado com pagamentos a empresários, disse à ‘Lusa’ fonte judicial.

De acordo com a fonte, Seidi e Monteiro ficaram em prisão preventiva e foram conduzidos para as celas da Polícia Judiciária no bairro do Reno, perto do Mercado do Bandim, no centro de Bissau, após cerca de seis horas de audição no Ministério Público.

Os dois governantes estão a ser investigados no âmbito de um pagamento de seis mil milhões de francos CFA (cerca de 9,14 milhões de euros) a 11 empresários, através de um crédito a um banco comercial de Bissau.

A oposição, que denunciou o caso no parlamento, defende tratar-se de crime prevaricação e desrespeito a normas orçamentais, imputados ao Ministro da Economia e Finanças, ouvido na passada segunda-feira no parlamento.

O voo YU351 da Euro Atlantic Airways, previsto para a manhã desta sexta-feira, dia 1 de dezembro, transportou passageiros e carga para Bissau, além do equipamento necessário para uma intervenção num outro avião da companhia (Boeing 767-300ER, matrícula CS-TSU) que se encontra avariado no Aeroporto Internacional Osvaldo Vieira desde a semana passada (LINK notícia relacionada).

Notícia atualizada às 23h30 (UTC), mesma hora em Lisboa.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Portway e SINTAC assinam acordo de empresa

A Portway Handling de Portugal assinou com o SINTAC...

Portugueses viajam mais e escolhem a Madeira e Cabo Verde para as férias da Páscoa

Os portugueses estão a comprar mais viagens neste início...

JetBlue desiste da compra da Spirit, um projeto que não tinha o acordo das autoridades reguladoras

A companhia aérea norte-americana JetBlue, que foi fundada pelo...

Pessoal de terra da Lufthansa convoca nova greve entre os dias 7 e 9 de março

O pessoal de terra do Grupo Lufthansa convocou mais...