“Traços gerais” da reestruturação do Grupo SATA serão divulgados na quinta-feira

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, confirmou nesta quarta-feira, dia 10 de fevereiro, que tomará conhecimento nesta quinta-feira  dos “traços gerais” do plano de reestruturação do grupo de aviação SATA, que terá de chegar a Bruxelas até ao próximo dia 18.

“Não pode deixar de ser um exercício de traços gerais”, declarou Bolieiro, acrescentando que a administração da empresa apresentará as ideias em simultâneo ao executivo e a responsáveis de todos os partidos com assento parlamentar no hemiciclo regional.

Tal surgirá, declarou o chefe do executivo insular, à margem de uma audiência na cidade de Ponta Delgada, ilha de São Miguel, num “exercício de transparência e envolvimento” do parlamento açoriano.

“O Governo [Regional] e esta governação não farão intromissão na gestão profissional de uma empresa que é essencial para a economia dos Açores e o desenvolvimento dos Açores”, prosseguiu ainda, antes de reiterar o projeto político da governação de “salvar a SATA”.

As duas transportadoras da SATA – SATA Air Açores e SATA Azores Airlines – fecharam o terceiro trimestre de 2020 com prejuízos de 61 milhões de euros, valor superior aos 38,6 milhões negativos do período homólogo de 2019.

A operação da SATA em 2020, à imagem da globalidade das transportadores aéreas, foi fortemente condicionada pela pandemia de covid-19, tendo a empresa parado a operação durante a maior parte do segundo trimestre do ano.

Todavia, os prejuízos globais do grupo açoriano haviam já sido de 53 milhões de euros em 2019, valor em linha com a perda registada em 2018.

O Grupo SATA pediu recentemente um auxílio estatal de 133 milhões de euros, operação aprovada por Bruxelas, e que segue em paralelo com o plano de reestruturação.

No entanto, a Comissão Europeia abriu um procedimento para Portugal provar que os três aumentos de capital recentes na transportadora açoriana não foram ajudas do Estado.

Em dezembro do ano passado, o secretário das Finanças do Governo dos Açores, Joaquim Bastos e Silva, reconheceu que o plano de reestruturação da SATA seria “duro e muito difícil”.

 

  • Texto distribuído pela agência de notícias ‘Lusa’

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Luís Rodrigues completa primeiro ano à frente da TAP marcado por lucro recorde

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, completa neste domingo,...

Presidente da SATA demitiu-se por falta de “condições” para continuar o “projeto proposto”

A Comissão de Trabalhadores da companhia aérea portuguesa Azores...

FAP terminou missão de patrulhamento no Golfo da Guiné em cooperação com países lusófonos

Os militares Força Aérea Portuguesa (FAP) da Esquadra 601...

Qatar Airways reforça Luanda que terá quatro voos semanais e alarga rede para Kinshasa

A Qatar Airways prossegue a expansão da sua rede...