Tragédia na Colômbia – Avião cai com equipa de futebol do Brasil – Transportava 81 pessoas

LINK para notícia mais atualizada

 

 Um avião Avro RJ85 (BAe 146)  da companhia boliviana LAMIA, que fazia o voo LMI-2933, caiu na noite desta segunda-feira, dia 28 de novembro, numa zona montanhosa próxima do Aeroporto José Maria Córdova, em Medellin, na Colômbia, depois de ter reportado uma avaria eléctrica. A bordo seguiam 72 passageiros e nove tripulantes. Notícias confirmadas pelas autoridades colombianas, nesta madrugada, indicam que há, pelo menos, seis sobreviventes.

O acidente está a provocar grande pesar no Brasil, pois a bordo seguia uma comitiva da equipa de futebol Chapecoense, de Chapecó, localidade no Estado de Santa Catarina, que se deslocava à Colômbia para disputar, na quarta-feira, dia 30 de novembro, o jogo da primeira mão da final da Taça Sul-Americana de Futebol, frente à equipa do Atlético Nacional de Medellín.

O avião, no qual viajava a equipa de futebol brasileira, tinha descolado do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos, tendo feito uma escala técnica na cidade de Santa Cruz da Bolívia.

Os pilotos terão reportado uma avaria no sistema eléctrico do avião, segundo indicaram fontes aeroportuárias, tendo depois efectuado uma série de voltas na proximidade, por razões desconhecidas, despenhado-se poucos minutos depois na localidade de Cerro Gordo, próximo da cidade de La Unión. O último sinal recebido (ADS-B) do avião terá sido a 15.500 pés de altitude (cerca de 4.700 metros), a uma distância de 30 quilómetros do Aeroporto de Medellín, cuja pista está localizada a cerca de 2.100 metros de altitude.

A equipa brasileira, fundada em 1973, tinha subido à I Divisão em 2014. Na semana passada tinha ganho à equipa argentina do San Lorenzo a eliminatória da semi-final, que lhe dava acesso a disputar a Taça, o que acontecia pela primeira vez no seu historial.

A aeronave acidentada era de fabrico britânico (British Aerospace Avro RJ85), tinha quatro motores a jato e fez o primeiro voo em 1999.  Estava matriculada no registo nacional da Bolívia (CP-2933) e era o único avião constante da frota da companhia, que se dedica a fretamentos, nomeadamente de equipas desportivas. A companhia tem origem na Venezuela (Estado Mérida) e desde 2014 que tinha criado a LAMIA Bolívia com apenas este avião no registo. Desconhece-se a nacionalidade dos tripulantes do aparelho.

chapecoense_2933_medellin_acidente

Sobreviventes do acidente

Quatro passageiros sobreviram ao acidente. Segundo a imprensa colombiana o primeiro sobrevivente a ser atendido no hospital local foi o futebolista Alan Ruschel, lateral esquerdo da equipa, que chegou consciente ao local e conversando com os funcionários.

“Há alguns jogadores que sobreviveram. Machucados, mas sobreviveram. Trabalho agora é de superar as dificuldades do caminho para trazê-los aqui”,  disse Kaleth Gutierrez, comandante do Corpo de Bombeiros em entrevista à Rádio 730 de Medellin. O pior era o acesso ao local da tragédia, onde se espalhavam os destroços do avião e também o estado do tempo, pois chovia bastante na ocasião em que o aparelho terá caído, cerca das 22 horas locais.

 

Posteriormente, hospitais da região informaram que o goleiro (guarda-redes) Jackson Follmann, de 24 anos, sobreviveu e Marcos Danilo Padilha, também goleiro, de 31 anos, tivesse sido asisitido com vida viria a falecer já no hospital. O jornalista Rafael Henzel, e a tripulante de cabine Ximena Suárezm completam a lista final de sobreviventes.

 

Causas do acidente do Avro RJ85 que transportava equipa Chapecoense

 

Metar na Zona  :

 

SKRG 290600Z 02003KT 9999 BKN015 BKN080 15/15 A3022 REDZ

SKRG 290500Z 04003KT 8000 -DZ BKN015 BKN080 16/15 A3024

SKRG 290400Z 00000KT 8000 DZ BKN015TCU SCT080 16/15 A3024 RMK RERA

SKRG 290300Z VRB02KT 9999 -DZ BKN015 SCT080 17/16 A3025

SKRG 290200Z 00000KT 9999 BKN015 SCT200 17/16 A3023

SKRG 290100Z 01003KT 9999 SCT017 SCT200 17/16 A3020

SKRG 290000Z 06003KT 9999 SCT017 SCT200 17/16 A3019

SKRG 282300Z 08005KT 9999 VCSH SCT017TCU SCT200 18/16 A3017 RMK TCU VCSH/SW/W

 

Ainda é cedo para avançar com as causas deste trágico acidente. Devido à tempestade que se fazia sentir na zona as buscas foram suspensas, logo após a retirada dos feridos. Assim que retomarem as operações entrarão de imediato em campo as autoridades aeronáuticas colombianas em conjunto com outros técnicos em representação do País onde estava registado a aeronave, a Bolívia, e porventura representantes brasileiros e do construtor Bristish Aerospace.

Equipas no terreno sublinharam o facto de não haver indícios de explosão no solo, o que poderá levantar algumas suspeitas quanto a uma pane seca (os motores ter-se-iam desligado por falta de combustível). Algumas fontes não confirmadas sugerem que terá havido mesmo um relato de low fuel para a torre. Esta aeronave tem uma autonomia de 2.965 quilómetros, e o voo que efectuava teria cerca de 2.900 quilómetros, o que, naturalmente aumenta as probabilidades de ter acontecido a referida falta de combustível. Contudo, a aeronave poderia estar equipada com tanques auxiliares, o que tornaria o voo perfeitamente seguro, nesse aspecto.

O certo é que a tripulação declarou uma emergência com origem eléctrica,  e que durante a aproximação, numa descida em órbita, de acordo com procedimento de aproximação (que pode ser confundido com um hold ou curvas em espera),  em direcção ao aeroporto deu-se o acidente.

 

 

Sobre a LaMia Corporation

A Lamia é uma pequena empresa com sede em Mérida, Venezuela, sem tradição no transporte aéreo e que opera uma frota composta por três RJ-85, enquanto sua divisão boliviana operava uma aeronave, a que está envolvida no acidente. No seu site a empresa anuncia a procura de novos sócios para a sua estrutura.

 

Sobre o avião acidentado

A aeronave acidentada, com o código de série E2350,  foi construída pela fábrica britânica British Aerospace, voava actualmente com a matrícula CP-2933, realizou o primeiro voo em março de 1999, sendo entregue de seguida  à Mesaba, uma companhia subsidiária da norte-americana Northwest, onde voou até meados de 2006. No ano seguinte, foi entregue à CityJet, onde operou com a cores da Air France. Em 2013 foi vendida à LaMia da Venezuela, com base no Estado de Mérida, e em fevereiro de 2014, a aeronave foi transferida para a LaMia boliviana, onde operava desde então.

 

Este foi o avião que transportou a seleção argentina de futebol no passado dia 5 de Novembro.

rq-afa-lamia

Lista de passageiros a bordo

Tripulação: Miguel Quiróga, Ovar Goytia, Sisy Arias, Romel Vacaflores, Ximena Suarez, Alex Quispe, Gustavo Encina, Erwin Tumiri, Angel Lug

Atletas – Alan Ruschel, Ananias, Arthur Maia, Bruno Rangel, Juninho, Cléber Santana, Danilo, Dener, Filipe Machado, Jakson Follmann, Gil, Gimenez, Kempes, Lucas Gomes, Matheus Biteco, Neto, Sérgio Manoel, William Thiego, Tiago Albes, Josimar, Marcelo, Mateus Caramelo.

Comissão técnica – Caio Júnior, Eduardo de Castro Filho, Anderson Paixão, Anderson Roberto Martins, Marcio Bestene Koury, Rafael Gobbato, Luiz Cesar Martins Cunha, Luiz Felipe Grohs, Sergio Luis Ferreira de Jesus, Anderson Donizette Lucas, Adriano Wulff Bitencourt, Cleberson Fernando da Silva, Emerson Fabio di Domenico, Eduardo Luiz Preuss, Mario Luiz Stumpf, Sandro Luiz Pallaoro.

Dirigentes – Plínio de Nes Filho, Luciano Buligon, Gelson Luiz Merísio, Nilson Folle Junior, Decio Sebastião Burtet Filho, Jandir Bondignon, Gilberto Pace Thomas, Mauro Dal Bello, Edir Félix de Marco, Davií Barela Bavi, Ricardo Philippi Porto, Delfim Peixoto.

Jornalistas – Victorino Chermont, Rodrigo Santana Gonçalves, Deva Pascovitch, Licacio Pereira Junior, Paulo Júlio Clement, Mario Sérgio, Guilherme Marques, Ari de Araújo unior, Guilherme Laars, Giovane Klein Victória, Bruno Mauri da Silva, Djalma Araújo Neto, André Luis Goulart Podiacki, Laion Machado Espíndola, Rafael Henzel, Renan Carlos Agnolin, Fernando Schardong, Edson Luiz Ebeliny, Gelson Galiotto, Douglas Dorneles, Jacir Biavatti, Ivan Carlos Agnoletto.

 

  • Foto de entrada © CACSPOTTER/Jetphotos.net
  • Notícia em desenvolvimento Última atualização – 15h15 UTC

banner-newsavia-app-android-750x65

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica