Tripulações dos voos da TAP para Caracas descansam em Curaçao


 

As tripulações dos voos da TAP Portugal para Venezuela têm ficado hospedadas em Curaçao, país das Antilhas Holandesas, confirmou nesta terça-feira, dia 1 de agosto, uma fonte da companhia, garantindo que os voos para a capital venezuelana vão manter-se.

“Confirmamos que as tripulações têm ficado em Curaçao”, disse uma fonte oficial da TAP à agência noticiosa portuguesa ‘Lusa’, assegurando que o objetivo da companhia aérea é “manter a operação para Caracas”.

A capital da Venezuela tem sido assolada por manifestações diárias contra e a favor do Presidente Nicolas Maduro, e atravessa um período de forte instabilidade política, agravada pelas eleições de domingo de uma assembleia constituinte, e crise económica.

Questionada especificamente sobre se esta alteração tem a ver com a instabilidade na capital da Venezuela, a porta-voz da TAP respondeu: “É uma questão operacional interna em temos de gestão de tripulação”, escusando-se a adiantar mais pormenores. “Logo que possível por gestão de tripulações voltamos a ficar em Caracas”, afirmou.

Na sexta-feira passada, dia 28 de julho o voo da TAP no voo de regresso de Caracas para Lisboa, fez uma escala no Aeroporto de Willemstad, na ilha de Curaçao, o que provavelmente voltará a acontecer nesta terça-feira, dia 1 de agosto, com o voo TP 176 que partirá de Caracas ao fim da tarde.

A companhias áreas Delta, Iberia e Air France, entre outras suspenderam nos últimos dias voos para Caracas. A Iberia que deveria reiniciar os voos hoje anunciou um adiamento, não tendo revelado a data de recomeço. A Air France deverá retomar a rota na quarta-feira, dia 2 de agosto.

 
Faça parte da nossa comunidade - Descarrega já a app NewsAvia

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica