Turquia suspende voos diretos de e para aeroportos brasileiros

O Governo da Turquia decretou a suspensão dos voos diretos para o Brasil, África do Sul, Índia, Bangladesh, Nepal e Sri Lanka, países onde existem novas variantes mais contagiosas de covid-19, anunciou nesta segunda-feira, dia 28 de junho, o Ministério do Interior turco.

Um comunicado publicado no portal da instituição indica que as pessoas que tenham estado num dos seis países mencionados durante os 14 dias anteriores à chegada à Turquia terão de ter um certificado com PCR negativo, embora tenham de observar uma quarentena de 14 dias num local determinado pelas autoridades e fazer novo teste após este período.

A única ligação direta entre a Turquia e o Brasil é realizada pela companhia Turkish Airlines, que, neste momento, tem três voos semanais entre Istambul e São Paulo Guarulhos. As ligações entre os dois países foram retomadas em abril passado, tendo a companhia anunciado na semana passada que passaria a voar quatro vezes por semana para São Paulo.

Os viajantes provenientes do Afeganistão e Paquistão terão de observar uma quarentena de 10 dias, enquanto os do Reino Unido, Egito, Irão e Singapura necessitam apenas de um teste PCR negativo efetuados nas últimas 72 horas.

Todas estas medidas entrarão em vigor a partir de 1 de julho próximo, dia em que a Turquia levantará todas as restrições internas para combater a propagação da pandemia.

Nesse sentido, acaba o recolher obrigatório noturno e durante o fim de semana e a atividade laboral, inclusivamente os setores da hotelaria e restauração, irá voltar aos horários normais anteriores à pandemia, acrescenta a nota do ministério turco.

Nas últimas semanas, a Turquia tem registado uma diminuição de casos diários de covid-19, tendo contabilizado desde o início da pandemia mais de 5,41 milhões de infeções com o novo coronavírus, a que estão associadas quase 50 mil mortes.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica