Queda de B747-400 de carga no Quirquistão mata 37 pessoas – c/vídeo

 width=“750” height=

 

Um Boeing 747-400 cargueiro da companhia MyCargo Airlines, que voava ao serviço da Turkish Airlines (voo TK 6491), caiu na manhã desta segunda-feira, dia 16 de janeiro, a poucos metros do Aeroporto Internacional de Manas, a 25 quilómetros da cidade de Bisket, capital do Quirquistão, na Ásia Central, onde faria uma escala técnica para reabastecimento de combustível.

As informações transmitidas pelas agências noticiosas internacionais apontam para um total de 37 mortos, entre os quais os quatro tripulantes e únicos ocupantes do aparelho, números que têm sido atualizados à medida que as equipas de socorro e resgate progridem no local, onde o ambiente de destruição é bem visível.

A aeronave, matrícula TC-MCL, despenhou-se sobre uma área residencial, pelas 07h30 locais (01h30 UTC) tendo provocado dezenas de mortos e feridos entre os habitantes locais, cujas casas destruiu. O avião que foi entregue inicialmente à Singapore Airlines, em 2003, era proveniente de Hong Kong, na China, e tinha como destino o Aeroporto Internacional de Istambul/Ataturk, na Turquia.

No momento do acidente o nevoeiro era muito intenso e havia neve. Não há ainda uma versão oficial sobre a forma como o acidente terá ocorrido. Alguns canais televisivos locais e dos países vizinhos dizem que o avião chegou a tocar a pista de aterragem mas saiu pela cabeceira tendo se despedaçado contra uma zona residencial destruindo algumas dezenas de casas, a cerca de um quilómetro e meio de distância do aeroporto.

O Quirquistão, também conhecido por República Quirguiz, resultou da dissolução da antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (Ex-URSS). Tem cerca de cinco milhões de habitantes, tendo fronteiras com o Cazaquistão, com o Uzbequistão, com o Tajiquistão e com a República Popular da China.

  • Notícia em desenvolvimento – Última atualização: 16h30

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica