Vários países proibiram voos de e para o Reino Unido – CE reúne-se de urgência

Diversos países europeus – Alemanha, Bélgica, Bulgária, França, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Países Baixos, República Checa, Roménia e Suécia – aos quais já se juntaram Israel e o Kuwait, no Médio Oriente, e El Salvador, na América Central, ordenaram neste domingo, dia 20 de dezembro, a suspensão do transporte aéreo de passageiros de e para aeroportos do Reino Unido. Outros países estão a considerar proibir as viagens de e para a Grã-Bretanha para evitar a propagação de uma variante mais infecciosa do novo coronavírus.

O relaxamento planeado das regras de contenção para este Natal na área metropolitana de Londres foi eliminado no sábado passado, assim como em diversas áreas do sudeste de Inglaterra, onde os casos da nova variante estão a aumentar rapidamente.

Ao anunciar novas restrições o primeiro-ministro Boris Johnson e funcionários do Ministério da Saúde britânico disseram que não havia provas de que a nova variante fosse mais mortal, ou que reagisse de forma diferente às vacinas. Contudo, registava-se, que estava a ser até 70% mais transmissível.

Os Países Baixos (antes denominada por Holanda) foram o primeiro país a impor as restrições severas ao movimento aéreo, sendo que a proibição vigora desde as 06h00 da manhã deste domingo até ao dia 1 de janeiro de 2021.

A Bélgica ordenou ainda durante a manhã a suspensão de voos e chegadas de comboios do Reino Unido a partir da meia-noite (23:00 UTC) deste domingo. O primeiro-ministro Alexander De Croo disse ao canal de televisão belga VRT que a proibição estaria em vigor durante pelo menos 24 horas e “é uma medida de precaução”, acrescentando “veremos mais tarde se precisamos de medidas adicionais”.

Em Bruxelas, ao nível da Comissão Europeia, especialistas do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças têm, estado reunidos para analisar a situação e ajudar o Executivo europeu e tomar uma decisão. A Comissão tem uma reunião já marcada para esta segunda-feira, dia 21, após a qual se espera uma decisão conjunta.

Entretanto em diversos aeroportos britânicos estão centenas de aviões comerciais estacionados, face à suspensão dos voos, bem como milhares de passageiros bloqueados, muitos dos quais a desistirem dos seus planos de férias de Natal fora do País ou do propósito de se juntarem às suas famílias nestes dias.

Vários países europeus estão também a admitir a proibição de voos de e para a África do Sul, de onde chegam notícias acerca de surtos incontrolados e de uma situação sanitária muito degradada.

 

Portugal também decide aplicar medidas restritivas na entrada de passageiros de voos do Reino Unido

Entretanto, segundo uma notícia distribuída pela agência ‘Lusa’, na noite deste domingo, dia 20, dá conta de que Portugal também vai avançar, e já a partir das 00h00 desta segunda-feira, dia 21 de dezembro, com medidas restritivas para as ligações com o Reino Unido.

O Ministério da Administração Interna informou, em Lisboa, que “apenas serão autorizados a entrar em território nacional os passageiros de voos provenientes do Reino Unido que sejam cidadãos nacionais ou cidadãos legalmente residentes em Portugal”.

De acordo com o comunicado do Ministério da Administração Interna, “estes passageiros têm de apresentar, à chegada a Portugal, comprovativo de realização de teste laboratorial para rastreio da infeção por SARS-CoV-2, com resultado negativo”.

“Os cidadãos que não sejam portadores de comprovativo de realização de teste laboratorial com resultado negativo são encaminhados pelas autoridades competentes, à chegada a território nacional, para a realização do referido teste no interior do aeroporto, através de profissionais de saúde habilitados para o efeito”, acrescenta ainda a nota, indicando que “neste caso, os cidadãos terão de ficar em isolamento, nos termos definidos pelas autoridades de saúde”.

O MAI adianta ainda que esta medida será atualizada de acordo com a evolução da situação.

 

  • Notícia atualizada às 20h00 UTC de domingo, dia 20 de dezembro

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica