Voo especial da TAP de Venezuela chega na manhã deste domingo a Lisboa

A TAP Air Portugal realizou neste fim-de-semana mais uma operação especial (ida e volta) para transporte de passageiros entre os aeroportos de Lisboa e de Caracas, na Venezuela, para transporte de passageiros portugueses e venezuelanos que pretendem se juntar às suas famílias durante o período de Natal e Passagem de Ano, em qualquer um dos países.

O primeiro voo (TP3177) partiu de Lisboa na sexta-feira, dia 18, pelas 10h46 locais, tendo aterrado no Aeroporto Internacional Simón Bolívar, em Maiquetía, que serve a cidade de Caracas, pelas 14h44 locais (menos quatro horas UTC).

O avião utilizado nesta operação foi um Airbus A330-900neo, registo CS-TUJ, sendo a terceira operação realizada pela TAP desde setembro passado, com avião próprio. Tal como os anteriores voos (houve mais dois realizados pela Hi Fly desde o início da pandemia), também este teve de ser devidamente autorizado pelo Governo da Venezuela, que até final de fevereiro não permitirá tráfego comercial regular de companhias europeias no País, alegando que é preciso conter a entrada de viajantes que possam contagiar os nacionais com o novo coronavírus. Por agora apenas podem chegar companhias da Turquia, Federação Russa, República Islâmica do Irão e República Popular da China, assim como da Bolívia. Todos países que são considerados pelo Governo Bolivariano, liderado por Nicolas Maduro, como amigos da regime revolucionário venezuelano, como propagandearam algumas figuras e entidades afetas ao regime nas suas contas nas redes sociais.

A TAP Air Portugal tinha anunciado a retoma dos voos regulares na linha Lisboa-Caracas a partir de dezembro. A abertura das reservas teve enorme procura, pelo que as restrições impostas pela Venezuela devido à pandemia causaram muitos constrangimentos aos passageiros e à própria companhia aérea.

O voo de regresso (TP3178) de mais esta operação da TAP, que voltou a contar com a cooperação do Consulado-Geral de Portugal na capital da Venezuela, descolou neste sábado, dia 19 de dezembro, pelas 18h25 locais (22h25 em Lisboa, mesma hora UTC) e aterrou no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa pelas 05h49 locais deste domingo, dia 20, segundo os registos da plataforma de rastreio de voos e aeronaves ‘FlightRadar24’.

O avião saiu cheio (298 passageiros) de Caracas, sendo que 146 se destinam à ilha da Madeira, onde chegarão ainda neste domingo, em voos regulares da TAP provenientes de Lisboa.

Foi dada prioridade aos passageiros que já tinham adquirido bilhetes para os voos regulares da TAP previstos para este mês de dezembro, adiados por imprevista imposição do Governo da Venezuela.

Segundo informação da  Direcção Regional das Comunidades e Cooperação Externa da Madeira os passageiros que neste domingo chegam da Venezuela vão ser sujeitos ao cumprimento dos protocolos sanitários exigidos pela actual situação de pandemia de covid-19, cumprindo as indicações das autoridades de saúde tal como fizeram à saída de Caracas respeitando igualmente os procedimentos indicados pela companhia aérea e pelas autoridades de saúde nacionais.

 

  • Na imagem de abertura vemos a equipa do Consulado-Geral que tem estado presente na organização e coordenação dos voos especiais de repatriamento de cidadãos nacionais para Portugal.

 

  • Notícia atualizada às 12h40 UTC de domingo, dia 20 de dezembro.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica