Bem-vindo, !|Sair

Voo da Vueling fica em terra por recusa da tripulação em voar fora de limite

Escola de Aeronáutica - ISEC Lisboa


Trata-se de mais um incidente envolvendo a companhia de baixo custo espanhola Vueling neste Verão: cerca de 200 passageiros ficaram em terra no aeroporto de Florença, na Itália, porque a tripulação abandonou o avião, alegando excesso de tempo de trabalho.

O incidente ocorreu na manhã desta sexta-feira, dia 10 de agosto, quando os passageiros já estavam sentados no avião. O comandante comunicou-lhes que a tripulação não faria aquele voo com destino a Madrid, Espanha, porque havia ultrapassado o máximo de horas extraordinárias permitidas pela legislação em vigor.

Depois de uma hora dentro da aeronave, a Vueling desembarcou os passageiros. Primeiro fez-lhes uma proposta para viajarem de autocarro entre Florença e Madrid (cerca de 23 horas), que foi coletivamente recusada, depois tentou resolver com voos via outros aeroportos europeus e com trajetos intermédios em autocarro, e, finalmente, disse-lhes que chegaria outro avião para levá-los de regresso, o que não se verificou até ao fim da noite.

A polícia teve de ser chamada ao aeroporto, onde protegeu os funcionários que representam a companhia aérea espanhola da fúria dos passageiros, a maioria em final de férias.

Na semana passada as autoridades aeronáuticas italianas ameaçaram a Vueling de proibir as suas operações para aeroportos do país, se persistirem os atrasos e as constantes reclamações dos passageiros pelos maus serviços prestados pela empresa aérea espanhola.




Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica